Argentina

O zagueirão do Tucumán só não fez um clássico gol contra por pura sorte

O Huracán teve um azar inacreditável na partida final dos playoffs da promoção da segunda divisão argentina, no último final de semana. Ramón Abila ficou cara a cara com o goleiro do Atlético Tucumán, conseguiu encobri-lo, mas a bola bateu no pé da trave. No rebote, o zagueirão Eduardo Casais tentou afastar, deu aquela espirrada no taco e acertou o próprio travessão. Inacreditável. Atrapalhou apenas um pouquinho o Huracán, que precisou da prorrogação para vencer o Tucumán por 4 a 1.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo