ArgentinaÁsia/Oceania

Murtaza, o garoto do saco plástico, agora tem uma camisa de verdade do Messi

Murtaza Ahmadi acordou chorando, no meio da noite, na província de Ghazni, uma região do Afeganistão que ainda precisa conviver com bombas. As lágrimas cessaram apenas quando o garotinho de cinco anos encontrou um saco plástico, transformado pelos seus irmãos em uma camisa de Lionel Messi. A partir de agora, no entanto, o pequeno terá um item bem mais legal para se consolar nos momentos difíceis e correr pela areia afegã como se estivesse no Camp Nou.

LEIA MAIS: A foto que traduz a força mais natural do futebol

Messi enviou uma camisa autografada para Murtaza, que chegou nesta quinta-feira, de acordo com a Unicef, da qual o argentino é um dos embaixadores. O pacote de presentes, entregue pela agência, contém outras camisas para Murtaza compartilhar com a família.

MAIS: A BBC parece ter encontrado o fã de Messi com a camisa de saco plástico, e ele não é do Iraque

Algumas certamente serão dadas aos parentes que fizeram mágica com o saco plástico, publicaram a foto no Facebook e fizeram com que Messi conhecesse Murtaza, mesmo que o encontro que estava sendo planejado ainda não tenha acontecido.

“Eu amo Messi e minha camiseta diz que Messi me ama”, disse Murtaza.

Today Murtaza Ahmadi can proudly show off new signed jerseys and a football he received from UNICEF Goodwill Ambassador…

Publicado por UNICEF em Quinta, 25 de fevereiro de 2016

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo