Argentina

Maradona ‘apareceu’ em Nova York como holograma, só esqueceram que ele não gostava dos Estados Unidos

Maradona teve sua imagem reproduzida em um telão em Nova York, por meio de holograma que parabenizou Argentina pelo ano completo da conquista da Copa do Mundo

Diego Maradona esteve presente para saudar os jogadores da Argentina um ano após a Copa do Mundo. Bem, claro que não foi O Diego Maradona, mas sim um holograma que apareceu na Times Square, um dos principais pontos turísticos de Nova York, nos Estados Unidos, para agradecer pela conquista um ano após ela acontecer — o que se deu na última segunda-feira (18).

— Há um ano recebi um dos maiores presentes que eu poderia ter recebido. A partir daqui, quero agradecer em nome de todos os argentinos pela conquista dessa Copa do Mundo e quero que o mundo inteiro saiba disso — afirmou o holograma maradoniano ao aparecer no telão.

Mau gosto? Aparição não rendeu tantas críticas positivas

A tal aparição do holograma de Maradona não rendeu exatamente apenas críticas positivas. Na internet, muita gente achou de mau gosto a utilização da imagem do ex-craque argentino em um telão logo no coração de Nova York. Explica-se: Diego ficou conhecido por muitas vezes criticar os Estados Unidos e destacar que era comunista — não a toa, até uma tatuagem de Ernesto Che Guevara ele tinha.

A comercialização da imagem de Diego Maradona desta maneira irritou seus fãs mais fanáticos. Afinal, enquanto o falso Pibe de Oro apareceu em Nova York, afirmam esses seguidores, o verdadeiro nunca faria tal aparição — nem mesmo para comemorar uma data tão importante para o povo argentino.

Holograma também afirmou que ‘Maradona estava lá no Catar, à sua maneira’

Muito causou espanto também o fato de que o holograma não se contentou em parabenizar os jogadores argentinos pelo ano completo da conquista do tricampeonato da Copa do Mundo. Mais do que isso, a imagem afirmou que ‘estava lá, à sua maneira’, o que soou levemente desrespeitoso, de acordo com os fãs revoltados.

— Do meu jeito, eu estava lá com vocês, como aqueles milhares de apoiadores que pintaram todos os cantos do país de azul e branco — dizia a frase reproduzida pelo telão em plena Times Square

É óbvio, se trata de um golpe de marketing usando Maradona

O final da frase do holograma deixa claro o que pretendia sua aparição — e não, não era parabenizar os argentinos. Trata-se de uma ação para, talvez, promover ou criar expectativas em cima da Copa América de 2024, que acontecerá no meio do ano que vem, adivinhe onde? Isso mesmo, nos Estados Unidos.

— Nos veremos novamente em breve na próxima Copa América. Sempre com vocês, que carregam bem alto a bandeira argentina. Abraços para vocês de todo o coração — finalizou o holograma.

Sem dúvidas, Diego não está descansando em paz com sua imagem no coração capitalista do mundp.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Lucas de Souza é jornalista formado pela Universidade São Judas em São Paulo. Possui especialização em Marketing Digital pela Digital House, e passagens pelos sites Futebol na Veia e Futebol Interior.
Botão Voltar ao topo