Argentina

Justiça obriga Boca Juniors a convocar novas eleições

Por determinação da Inspeção Geral de Justiça, o Boca Juniors será obrigado a convocar novas eleições para a presidência do clube. O órgão alegou irregularidades no processo eleitoral ocorrido no final do ano passado.

A votação para definir o sucessor de Mauricio Macri deveria ser realizada em dezembro. Roberto Digón, candidato da oposição, não conseguiu se apresentar para os debates. Segundo a organização do pleito, ele não mostrou a tempo as garantias financeiras necessárias para administrar o clube.

Com isso, Pedro Pompilio assumiu o cargo. O grupo liderado por Digón procurou a Justiça, pois o rival também não apresentou as mesmas garantias. As novas eleições foram marcadas para o final de março. Até lá, Mauricio Macri, prefeito de Buenos Aires, e ex-presidente do clube xeneize, reassume o cargo.
 

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo