Argentina

Independiente incrível

Em Mar del Plata, o Independiente começou com tudo no Pentagonal de Verão. O Rojo ganhou do Racing por 4 x 0, com dois gols do atacante Gandín, artilheiro do clássico. Este foi um resultado surpreendente por três motivos. Vamos começar pelo fato de que a Academia atuou com uma maioria formada por titulares e o Independiente esteve representado por reservas e juniores. Segundo motivo: no Apertura passado, o Independiente só obteve quatro vitórias e todas elas tiveram a vantagem de um gol. E ainda temos que lembrar que o Racing é o maior rival do Independiente.

A má notícia do confronto foi a fratura de um osso do pé esquerdo do volante Prichoda, do Racing. Péssimo início de ano para este jovem de 19 anos, cuja estréia profissional ocorreu em agosto de 2008. O dia também não foi bom para Chatruc, substituto de Prichoda. Ele entrou em campo aos 17 minutos do primeiro tempo e recebeu o cartão vermelho aos 45 do segundo.

Juan Manuel Llop, técnico da Academia, deu a seguinte declaração após a derrota: “Necessito urgente de Moralez e de dois atacantes”. Pode ser que o comandante receba os atacantes, mas Moralez não ficará no clube. O meia acertou sua transferência para o Vélez, que completou 99 anos de fundação no primeiro dia de janeiro.

Animado com o ótimo triunfo, o Independiente enfrentará o River nesta terça-feira. Curiosamente, o zagueiro Tuzzio, que disputou o Apertura com a camisa dos Millonarios, assinou contrato com o clube de Avellaneda na segunda-feira passada. Outro que deixou Núñez foi o atacante ‘Loco’ Abreu, novo reforço da Real Sociedad, da segunda divisão espanhola.

O torcedor do River já está se acostumando a dizer ‘adeus’ ao uruguaio. Em junho do ano passado, Abreu saiu do clube argentino para defender o Beitar Jerusalém-ISR. Ficou por lá até setembro e retornou ao River, pelo qual disputou a Copa Sul-Americana. Só ficou de fora do Apertura porque não estava inscrito.

Venha, Venezuela!
 

Não foi favorável à seleção argentina sub-20 o desfecho da novela que envolveu os atacantes Di Santo e Piatti. Ambos não haviam sido liberados por seus clubes (Chelsea-ING e Almería-ESP, respectivamente) e a FIFA manteve a situação do jeito que estava. Com isso, o técnico Sergio Batista teve que fazer duas novas convocações: o meia Lizio, do River, e o atacante Neira, do Gimnasia La Plata. Lizio fez sua estréia como profissional do River em 2007, mas não disputou nenhuma partida nessa categoria no ano passado. Já o seu compatriota Neira atuou em jogos do Clausura e do Apertura em 2008.

Antes de anunciar os dois nomes, Batista havia pensado em convocar Pastore, do Huracán. Porém, Carlos Babington, presidente do Globo, não quis ceder o atleta. Segundo Babington, o elenco do Huracán é reduzido e, além disso, Barrientos ficará um tempo longe dos gramados, devido a uma cirurgia. Quem esteve oposto a essa decisão foi Angel Cappa, técnico da equipe. Na opinião dele, a prioridade é a seleção.

A chegada de Lizio deixaria a seleção com três representantes do River. Entretanto, o defensor Musacchio sofreu uma contusão e teve que ser cortado. Para seu lugar, foi chamado Fideleff, do Newell´s. O elenco já terminou sua preparação na Argentina e se encontra agora na Venezuela, onde irá estrear no Campeonato Sul-Americano contra os donos da casa, no dia 19. Quatro vezes campeã do torneio (1967, 1997, 1999 e 2003), a Argentina ainda terá mais três adversários na primeira fase: Peru (dia 23), Colômbia (25) e Equador (27).

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo