Argentina

Granate na frente

Após quatro vitórias seguidas no Clausura, o Vélez sofreu uma queda de produção na 12ª. e na 13ª. rodadas. Em ambas, o Fortín saiu de campo com o empate. O torcedor não deu muita bola para isso, pois a equipe continuava na primeira posição do torneio e sem nenhuma derrota. Agora a situação é outra. Na 14ª. rodada, o Vélez foi derrotado pelo Gimnasia La Plata, fora de casa, e deixou a liderança. Quem ocupa o primeiro lugar neste momento, com 28 pontos, é o Lanús. Um ponto abaixo aparece o Vélez. Não bastasse a ultrapassagem do Lanús, a rodada registrou um recorde no número de gols marcados: 37.

De virada, o Vélez perdeu para o Lobo por 3 x 1. Trata-se de uma derrota surpreendente, devido à invencibilidade do Fortín. Tão surpreendente quanto isso é o fato de que o Gimnasia não ganhava no Clausura havia nove rodadas (seis empates e três derrotas). Este foi o seu quarto triunfo no torneio. Em dois deles, os adversários eram Lanús e Huracán, que também estão em ótimas colocações hoje.

O Lanús também venceu de virada: 2 x 1 contra o Rosario Central, em casa. Lagos, atacante do Granate, entrou em campo aos 11 minutos do primeiro tempo e fez o último gol da partida aos 25 do segundo. Ele substituiu o meio-campo Valeri, que sofreu uma contusão no joelho direito.

Mais um resultado que alterou a classificação foi a vitória do Huracán diante do River. Em seu estádio, o Globo ganhou por 4 x 0 e retornou à terceira posição, cujo dono era o Colón. Somente aos 40 minutos da etapa inicial é que o placar foi inaugurado. Esta foi a segunda vez na competição em que os Millonarios perderam por quatro gols de diferença. Na quarta rodada, haviam sido derrotados pelo San Lorenzo por 5 x 1.

Para a sorte do River, a partida contra o Huracán não foi a última antes do aniversário de 108 anos, que irá acontecer na próxima segunda-feira. A equipe de Nuñez terá a chance de se recuperar diante do rival Independiente, no Monumental. Detalhe: o Rojo também perdeu por uma diferença de quatro gols em seu último compromisso: 5 x 1 diante do Estudiantes. Aliás, este jogo também foi disputado no estádio do Huracán, onde o Independiente tem atuado como mandante. A única coisa boa para o time de Avellaneda foi o gol anotado pelo atacante Montenegro. Ele chegou aos nove no Clausura e alcançou o artilheiro Sand, do Lanús.

As imitações não param…

Basta ver as colunas mais recentes para notar que a primeira e a segunda divisões da Argentina têm tido coincidências a cada rodada. Desta vez, o ponto em comum foi a troca de times na liderança. Na 33ª. rodada da segunda divisão, o Chacarita cedeu o primeiro lugar para o Atlético Tucumán. Desde a 17ª. rodada que o Funebrero não via ninguém à sua frente.

O Chacarita jogou como mandante no estádio do Ferro e perdeu pela contagem mínima para o Aldosivi. Esta é a única equipe, até o momento, que não sofreu gol do Chacarita no campeonato. Já o Atlético Tucumán, novo líder, chegou à sua quarta vitória seguida na competição e agora tem 62 pontos, um a mais que o Chacarita. Nesses quatro triunfos, o Atlético não sofreu um gol sequer. Sua última vítima foi o Quilmes, também derrotado por 1 x 0.

Instituto e Belgrano, rivais em Córdoba, continuam dividindo a terceira posição. Na última rodada, ambos venceram seus compromissos e alcançaram os 57 pontos. Em seu estádio, o Instituto ganhou do lanterna Platense por 1 x 0. Concistre foi o autor do gol. O atacante entrou em campo aos oito minutos da etapa final e abriu o placar aos 32. Também atuando em casa, o Belgrano derrotou o San Martín, de San Juan, por 2 x 0.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo