Argentina

Estudiantes ganha o clássico, enquanto jogadores e dirigentes do Gimnasia brigam nas tribunas

A preocupação era enorme para o clássico entre Estudiantes e Gimnasia La Plata, no último domingo, depois das cenas lamentáveis da partida na pré-temporada, uma verdadeira batalha campal, pouco mais de um mês atrás. Houve uma campanha, com mensagens dos diretores, capitães e presidentes de ambas as equipes para acalmar os ânimos. Funcionou. O Estudiantes venceu por 3 a 0 uma partida sem sobressaltos ou voadoras e está na terceira posição do seu grupo.

LEIA MAIS:Papa tem até caderninho de anotações boleiras para manter sua paixão pelo San Lorenzo

O problema foi nas tribunas do Estadio Ciudad de La Plata. Jogadores do Gimnasia não relacionados para a partida, como Lucas Leiva, Juan Ignacio Silva, Manuel Guanini e Nicolás Contín saíram na mão com dirigentes do próprio Gimnasia.

Segundo a imprensa argentina, tudo começou quando os cartolas fizeram críticas ao elenco. Integrantes desse elenco ouviram-nas e foram tirar satisfação, em um episódio surreal, mas nem tão estranho assim ao futebol sul-americano.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo