Argentina

Esse não é o River

Muitos achavam que o River iria começar bem o Apertura, em conseqüência do tempo que teve para se preparar – só estreou na terceira rodada. Mas, por enquanto, os Millonarios não venceram e também decepcionaram. Na primeira partida, empataram com o San Lorenzo, que, apesar de ter conquistado o Clausura, ocupa apenas a 12ª. posição. Em seguida, voltaram a empatar. Desta vez, com o Gimnasia Jujuy, atualmente no 14° lugar. O ‘ápice’ ocorreu no final de semana passado, contra o recém-promovido San Martín. A equipe adversária ganhou pela contagem mínima e subiu para a modesta 11ª. colocação. Por isso tudo, o sinal amarelo já está aceso em Nuñez.

Desde que retornou ao River, em janeiro de 2006, o máximo que Passarella conseguiu foi classificar o time para duas edições da Libertadores – a deste ano e a próxima. Falta bastante para o torcedor ficar satisfeito. No Apertura 2007, o técnico está ficando marcado por algumas atitudes discutíveis. Exemplo: ele tem trocado o esquema tático constantemente e tem sobrecarregado o experiente Ortega, que não fez pré-temporada devido ao tratamento contra o álcool e acabou entrando em campo nos três primeiros jogos.

Apesar disso, Passarella tem as suas justificativas para a campanha que está sendo realizada: os três primeiros compromissos do River aconteceram fora de casa. É possível que a situação melhore quando houver o reencontro com o estádio Monumental. Aliás, este reencontro será visto na próxima rodada, quando o River terá pela frente o Estudiantes. Uma das esperanças de Passarella é o chileno Alexis Sánchez, que disputou o último Mundial sub-20. O atacante de 18 anos estreou com a camisa dos Millonarios neste final de semana.

Falando especificamente da derrota para o San Martín, temos que citar também o cansaço. Afinal, o River atuou em Jujuy (diante do Gimnasia) no dia 23 e em San Juan (contra o San Martín) no dia 26.

Diminuindo a desvantagem

Arsenal e Banfield são times que possuem histórias parecidas. Dentro da Argentina, nenhum dos dois foi campeão da divisão principal. Já na Libertadores, a dupla ainda está engatinhando: o Banfield estreou em 2005 e a equipe de Sarandí fará sua primeira campanha no ano que vem. Porém, existe uma grande diferença entre ambos. No histórico dos confrontos na série A, o Taladro tem uma vitória, seis empates e quatro derrotas. E foi justamente no último sábado que esse solitário triunfo do Banfield foi conquistado. Com grande estilo, vale ressaltar.

O Banfield visitou o Arsenal e ganhou por 4 a 0 na quarta rodada. Este é, até o momento, o placar mais elástico do Apertura. A vitória foi a terceira consecutiva do Banfield no torneio. Em nenhuma delas sofreu gol. Provavelmente, a defesa levou um ‘puxão’ de orelha após a rodada inicial, quando o Banfield perdeu para o Estudiantes por 3 a 0. Com o triunfo obtido contra o Arsenal, o Banfield permaneceu na vice-liderança, junto com o Vélez.

LIGERAS

– O Independiente ganhou do Argentinos Juniors como visitante. Germán Denis, o artilheiro do Apertura, fez o gol da partida e chegou aos seis no total. Seu time continua com 100% de aproveitamento.

– Lanús e Olimpo fizeram um jogo disputado. Atuando em casa, o Granate só garantiu o triunfo de 2 a 1 quando o cronômetro registrava 43 minutos da segunda etapa. O gol da vitória foi de Biglieri, que havia entrado em campo quatro minutos antes. Em torneios nacionais, o Lanús não havia ganho nenhum de seus sete compromissos anteriores (quatro empates e três derrotas).

– Outra partida que foi decidida perto do encerramento reuniu os dois últimos campeões argentinos: Estudiantes (Apertura 2006) e San Lorenzo (Clausura 2007). Aguirre abriu o placar para o Ciclón, aos 41 minutos do primeiro tempo, e Moreno y Fabianesi empatou, aos 48 minutos da etapa final. O confronto foi realizado em La Plata.

– Para encerrar a série “Só acaba quando termina”, vamos citar a partida Boca 2 x 1 Gimnasia La Plata. O meio-campista Ledesma fez o gol da vitória aos 45 minutos do segundo tempo. Agora ele é o segundo colocado na lista de artilheiros, com quatro gols.

– Mariano Uglessich marcou os dois primeiros gols do jogo entre sua equipe, o Vélez, e o Gimnasia Jujuy. Mas o segundo foi a favor do adversário. Mesmo assim, o Fortín ganhou por 4 a 2 e se manteve na vice-liderança, ao lado do Banfield.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo