Argentina

Cufré deixa Gimnasia – e volta no dia seguinte

Um dia depois de anunciar sua saída do Gimnasia y Esgrima de La Plata antes mesmo de estrear, o defensor Leandro Cufré voltou atrás e revelou que continua no clube. Cufré, que defendeu clubes europeus como Roma, Siena, Monaco e Hertha Berlim, havia se irritado com o fato de não ter sua titularidade garantida.

“Todos demos um passo atrás e isso me fez mudar de opinião”, disse o jogador em entrevista coletiva, antes de retornar aos treinamentos com a equipe dirigida por Leonardo Madelón.

A decisão inicial de Cufré havia sido motivada por declarações de Madelón afirmando que outros dois zagueiros do elenco tinham prioridade para começar jogando. O defensor, então, afirmou que respeitava a honestidade do treinador, mas que seria melhor a direção investir o dinheiro gasto em seu salário com outros jogadores.

Na coletiva desta terça, Cufré admitiu ter conversado novamente com Madelón e com o presidente Walter Guisande antes de se convencer a ficar.

“Concordamos que queremos ver o Gimnasia no lugar mais alto”, comentou o jogador, que disputou a Copa do Mundo na Alemanha em 2006. “Fico para somar, porque o Gimnasia é minha casa”.

Cufré defendeu o Gimnasia por seis anos antes de ir para a Europa, em 2002.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo