ArgentinaSul-Americana

Com essa festa fantástica que a torcida recebeu o River para a final da Sul-Americana

A ocasião poderia não ser a maior possível, a Libertadores. No entanto, o River Plate tratou de fazer a grandeza de seu título na Copa Sul-Americana. Não apenas pela grande campanha no torneio, vencendo o clássico contra o Boca Juniors nas semifinais e passando pelo forte time do Atlético Nacional na decisão, como também pelo enredo que escreveu desde o retorno da segunda divisão argentina. E, claro, por sua torcida. O espetáculo dos alvirrubros no Monumental de Núñez é praxe. Não poderia ser diferente na final desta quarta.

LEIA MAIS: Título da Sul-Americana é o jeito do River dizer que é potência na América do Sul mais uma vez

Se o Atlético Nacional já tinha impressionado no Atanásio Girardot na última quarta-feira, os Millonarios conseguiram ir além. Afinal, a imensidão de seu estádio aumenta o impacto das cenas. Trapos, bobinas, faixas, fogos, fumaça, bexigas. Todos os elementos para empurrar o River e pressionar os Verdolagas antes do grande jogo. Deu certo. Não apenas para ajudar nos rumos da taça, como para deixar um emblema sobre a paixão dos torcedores no Monumental.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo