Argentina

Brasil na Copa, Argentina em 4º

Que sorte! O Equador visitou a Colômbia e perdeu por 2 x 0. Se tivesse vencido, colocaria a Argentina na zona de repescagem das Eliminatórias da Copa do Mundo. Afinal, os comandados de Maradona foram derrotados pelo Brasil, em Rosario. Será que a possibilidade de a seleção ‘albiceleste’ terminar a competição fora das quatro primeiras posições mexeu com a cabeça de alguns jogadores? Pode ser que sim. Uma coisa que sabemos é que o dia 5 de setembro de 2009 dificilmente será esquecido pelo torcedor argentino. Aliás, foi em um 5 de setembro, de 1993, que a Argentina perdeu para a Colômbia por 5 x 0, no Monumental. Aquela foi a primeira derrota da Argentina como mandante na história das Eliminatórias. Contra o Brasil, no sábado, veio a segunda derrota. Não bastasse ter saído do Gigante de Arroyito com os três pontos, o rival também garantiu sua classificação, com três rodadas de antecedência.

É indiscutível que Argentina e Brasil são grandes rivais. Mas, de 2005 para cá, a seleção ‘verde e amarela’ teve uma ampla superioridade e marcou pelo menos três gols quando ganhou. Em 2005, na final da Copa das Confederações, disputada na Alemanha, o placar foi de 4 x 1 para o Brasil. As equipes voltaram a se encontrar no ano seguinte, após a Copa do Mundo, e o Brasil obteve um novo triunfo com três gols de vantagem. Desta vez, 3 x 0, em um amistoso realizado em Londres. Esse mesmo placar se repetiria na decisão da Copa América de 2007, na Venezuela. A exceção foi o confronto do ano passado, no Mineirão, quando houve um empate sem gols nas Eliminatórias. Em relação ao último jogo entre ambos, Maradona deu a seguinte declaração: “A responsabilidade pela derrota é pura e exclusivamente minha. Não me queixo dos meus jogadores. Não estivemos desordenados. Tínhamos que sair para arriscar e arriscamos”.

A reabilitação da Argentina pode acontecer nesta quarta-feira, diante do Paraguai, em Assunção. O adversário é o terceiro colocado nas Eliminatórias, com 27 pontos. Logo abaixo na classificação, aparece a própria Argentina, com 22. No primeiro turno, houve um empate por 1 x 1 no Monumental. E quem é o técnico do Paraguai? O argentino Gerardo Martino, nascido em Rosario.

Para a próxima rodada, Maradona não poderá utilizar três jogadores que estão lesionados. O meia Maxi Rodríguez e o atacante Lisandro López, reserva na partida contra o Brasil, estão com fadiga muscular na perna direita. Já o atacante Tevez sofreu uma entorse no joelho direito. Para a vaga de Maxi, deverá entrar Gago. O principal candidato para o lugar de Tevez é Agüero, que entrou em campo no intervalo do último compromisso.

Essas, porém, não devem ser as únicas mudanças feitas por Maradona. Outros nomes podem perder o posto de titular, em consequência do desempenho que tiveram em Rosario. Na posição de goleiro, Andújar deve ser substituído por Romero, campeão olímpico em 2008 e que ainda não atuou pela seleção principal. Ainda na defesa, mais duas alterações devem ocorrer. A primeira é a entrada de Papa. Ele seria o dono da lateral-esquerda, onde jogou Heinze. Todavia, Heinze não deixaria o time. O jogador do Oympique de Marselha-FRA iria para a zaga, no lugar de Otamendi.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo