Argentina

A bola entrou, mas ninguém reclamou, nem o autor, e o jogo seguiu

A tecnologia na linha do gol fez com quem fosse marcado um gol do Chelsea que dificilmente seria marcado de outra forma. Na Argentina, Arsenal de Sarandí enfrentava o Independiente na quinta-feira à noite e o placar estava em 0 a 0. Eram só cinco minutos do primeiro tempo e Hernán Fredes arriscou o chute de fora da área. A bola foi no meio do gol, o goleiro defendeu facilmente e saiu jogando. Tudo normal. Exceto pelo fato de que o goleiro entrou inteiro no gol, junto com a bola.

NA GAVETA: [VÍDEO] Veja o golaço de Isco pela Espanha contra Belarus
AÍ NÃO! Depois da pintura de Kramer, a Bundesliga reuniu seus dez maiores gols contra
DEIVID? Esse gol perdido é a razão por que muita gente pega no pé de Huntelaar

Só que ninguém percebeu. Nem o árbitro, nem o bandeira e nem mesmo o autor do chute. A câmera mostrou Fredes correndo de costa voltando para o campo de defesa, sem esboçar qualquer reação de quem fez um gol. A torcida gritou, mas ninguém percebeu e nem reclamou, tudo seguiu normalmente. Nem mesmo na narração pela TV os comentaristas perceberam na hora que a bola entrou. No replay, porém, a tecnologia mostrou que o goleiro entrou com bola e tudo.

No fim, o jogo acabou 1 a 1 e o gol fez falta. Talvez reclamar um pouco, às vezes, faz bem para ao menos criar uma dúvida no árbitro.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo