Argentina

Boca Juniors, Napoli, Argentina: a mensagem de despedida das equipes que tiveram a honra de venerar Diego

O Boca Juniors não entrará em campo nesta quarta-feira. Não há condições de pensar em Copa Libertadores quando se perde seu maior ídolo, seu maior torcedor, seu maior símbolo. O duelo contra o Internacional, com todos os motivos, terminou adiado. Se há um vazio imensurável em Buenos Aires e em toda a Argentina, a dor profunda também é compartilhada por Nápoles, a cidade que imortalizou Diego em seu ápice – que o transformou em deus, adorado a cada esquina. Já surgem os primeiros movimentos para que o Estádio San Paolo se transforme em Estádio Diego Armando Maradona.

Se o luto é compartilhado por praticamente todos que amam o futebol, e se espalha por diferentes clubes e craques, o sentimento é mais forte entre aqueles que puderam chamar Maradona de “seu”. Abaixo, uma coletânea de manifestações realizadas pelas camisas que Diego vestiu, mais o Gimnasia de La Plata que ele treinava. O Napoli resumiria muito bem: “Todos esperam nossas palavras. Mas quais palavras podemos usar para uma dor como esta que estamos vivendo? Agora é o momento das lágrimas. Depois será o momento das palavras”.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo