Argentina

Archubi 1 x 0 Arsenal de Sarandi

River e Boca eram os líderes do Clausura até o início da oitava rodada. Porém, apenas um se manteve na primeira posição. Os Xeneizes, em Bahía Blanca, empataram por um gol com o Olimpo. Já os Millonarios ganharam do Arsenal pela contagem mínima. Nessa partida, um dos que mais se destacaram foi o meia canhoto Rodrigo Archubi, campeão mundial sub-20 em 2005.

O jogo começou com Archubi no banco. Todavia, logo aos dez minutos do primeiro tempo ele substituiu Mauro Rosales, que havia se contundido. E não é que Archubi fez o gol da vitória, 24 minutos mais tarde? Este foi seu primeiro gol oficial com a camisa do River.

Temos que destacar, também, o desempenho do goleiro Carrizo. Ele continua dando grande contribuição ao invicto River. Já são 388 minutos sem sofrer gol no Clausura, competição em que Carrizo é titular desde o início. Na verdade, Carrizo sofreu gol em apenas uma das oito rodadas do torneio (vitória por 3 x 2 diante do San Martín). Um desses gols foi feito através de cobrança de pênalti e o outro foi de Martín Bravo, artilheiro do Clausura junto com Cvitanich, do Banfield. É bom que o torcedor do River aproveite para ver as atuações de Carrizo no torneio nacional e na Libertadores, pois o atleta poderá defender a Lazio-ITA, dona de seu passe, a partir da metade do ano.

Apesar de o River ter sido mandante contra o Arsenal, a partida não foi realizado no Monumental. O estádio José Amalfitani, do Vélez, foi quem recebeu o confronto, pois a casa do River estava reservada para o “Quilmes Rock Festival”.

Enquanto o torcedor do River comemora o fato de o time permanecer na liderança, o do Arsenal lamenta a má fase. Já são quatro compromissos sem triunfo no Clausura (um empate e três derrotas) e três na Libertadores (apenas derrotas).

O ano começou no final de março

A estréia da seleção argentina principal em 2008 foi ótima: vitória por 2 x 0 diante do Egito, no Cairo. Para quem não se lembra, os egípcios conquistaram as duas últimas edições da Copa Africana de Nações.

O técnico Alfio Basile pode ficar bem animado com este resultado. Não bastasse a grandeza do triunfo, ele não contou com dois nomes de peso: Riquelme ficou de fora da lista de convocados devido à participação do Boca na Libertadores e Messi, devido a uma lesão.

Argentina e Egito se enfrentaram somente duas vezes até hoje. Antes da partida já citada, a seleção albiceleste havia vencido por 6 x 0, em junho de 1928. O jogo, disputado em Amsterdã, foi válido pela Olimpíada. Mas não foi um confronto entre equipes sub-23, como ocorre atualmente. Naquela ocasião, a competição ainda não tinha o limite de idade.

Racing rumo à repescagem?

Continua a queda do Racing no Clausura. Desta vez, a Academia perdeu para o San Martín, por 2 x 1. Os gols do time de San Juan aconteceram em um curto espaço de tempo: aos 32 e aos 38 minutos da primeira etapa. Um deles foi anotado por Martín Bravo. Agora, o Racing segura a lanterna sozinho, já que o Gimnasia Jujuy conseguiu empatar por 1 x 1 com o Rosario Central. Isso, porém, não é o mais importante. O que interessa para o Racing é o ranking do rebaixamento, onde se encontra muito perto da zona de repescagem – está apenas uma colocação acima dela.

Esta foi mais uma partida que passou por alteração de local. O Racing, mandante, recebeu uma punição, devido aos episódios que ocorreram na partida contra o Estudiantes na rodada passada. Então, o jogo foi transferido para o estádio do Lanús. Além disso, nenhum torcedor teve a oportunidade de entrar no estádio.

Depois da nova derrota, o técnico Miguel Micó decidiu pedir demissão. Seu ajudante de campo, Claudio Cristofanelli, irá comandar a equipe no próximo compromisso, diante do Vélez. Entretanto, Micó permanece no clube. Daqui para frente, como coordenador de futebol.

Micó foi o treinador do Racing em todas as rodadas do Clausura. Em nenhuma delas a equipe venceu. Sua campanha tem três empates e cinco derrotas. No quesito ‘gols marcados’, o Racing está na última posição, ao lado do Gimnasia Jujuy (quatro cada).

Os últimos dias de Micó como técnico tiveram um momento de conflito fora de campo. Maxi Estévez foi um dos protagonistas. O atacante não gostou de saber que não seria titular contra o San Martín, reclamou com Micó e foi afastado do elenco.

O Racing irá contratar um técnico em breve. Fernando De Tomaso, presidente da Blanquiceleste (empresa que cuida do futebol do Racing), conversou com integrantes do elenco para saber quais nomes seriam bem-vindos no clube. Juan Manuel Llop ganhou a ‘votação’ e é um dos fortes candidatos a assumir o cargo.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo