Argentina

´´Minha perna escapou´´, diz goleiro do Vélez sobre falta violenta

Gastón Sessa tornou-se alvo de uma nova polêmica nesta semana. No jogo entre Vélez Sarsfield e Boca Juniors nesta quarta-feira, no confronto de ida das oitavas-de-final da Libertadores, o goleiro cometeu uma falta violenta em Rodrigo Palácio. Ele acertou o rosto do adversário com a sola da chuteira e foi expulso. O incidente irritou os dirigentes do Vélez, mas Sessa disse estar calmo e espera continuar no clube, apesar da ameaça de ser dispensado em breve.

“Quis alcançar a bola com a perna erguida, mas lamentavelmente ela escapou e atingi Palácio com as travas da chuteira. Estou sentido. Minha intenção não é sair do Vélez. Terei uma reunião com os dirigentes e logo resolverei isso. Ainda tenho mais dois anos de contrato”, comentou o goleiro, em entrevista publicada nesta sexta-feira ao diário Hoy, de La Plata.

Segundo o diário Clarín, o Vélez não deseja mais contar com o goleiro. Para isso, estuda uma forma de liberá-lo: Sessa poderia ter seu contrato rescindido com efeito imediato ou então seria afastado até junho e, então, negociado com outro clube.

Apesar da pressão e da repercussão negativa sobre o incidente, Sessa afirmou estar tranqüilo. “Estou acostumado a essas situações. Espero dar a volta por cima e me recuperar, como fiz em outros momentos pelos quais passei”, disse.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo