Alemanha

Weidenfeller é acusado de racismo contra Asamoah

A federação alemã anunciou neste domingo que analisará o comportamento de Roman Weidenfeller, goleiro do Borussia Dortmund. O jogador teria feito ofensas racistas a Gerald Asamoah, do Schalke 04, durante a partida entre as duas equipes neste sábado pela Bundesliga.

Weidenfeller teria chamado Asamoah, primeiro negro a defender a seleção alemã, de ‘porco negro’. Caso seja comprovada a acusação de racismo, o goleiro do BVB corre o risco de sofrer uma grave punição, como suspensão e multa.

“Quando se escuta algo assim, só se pode ficar decepcionado. Não se deve dizer algo assim. Weidenfeller veio me pedir perdão durante a partida e arrependeu-se do que fez, mas não sei por que não reconheceu depois do jogo”, disse o jogador dos Azuis Reais.

Essa não é a primeira vez na qual Asamoah passa por esse tipo de problema. Em setembro de 2006, ele foi insultado por torcedores da equipe B do Hansa Rostock, que imitaram gritos de macaco, durante uma partida da Copa da Alemanha. A federação multou o clube em € 20 mil pelo incidente.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo