AlemanhaBundesliga

Um golaço e uma repetição dolorosa para o Gladbach

Uma partida entre dois times capazes de fazer papel elogiável nesta temporada do Campeonato Alemão. O melhor deles vinha fazendo jus à superioridade: o RB Leipzig conseguia fazer 2 a 1. Mas foi frustrado pelo Borussia Mönchengladbach no segundo tempo, graças a um dos mais belos gols do final de semana, por obra e graça de Lars Stindl, decretando o 2 a 2 numa equilibrada partida pela 4ª rodada da Bundesliga.

A partida na Red Bull Arena foi até mais movimentada e equilibrada durante o primeiro tempo. E o time da casa contou com aquele que mais tem se destacado neste início da temporada 2017/18 para abrir o placar: aos 17 minutos, Bernardo cruzou e Timo Werner estava a postos na área para conferir o 1 a 0, em seu terceiro gol no campeonato. O mesmo Bernardo acabou prejudicando o RB Leipzig aos 25, derrubando Jonas Hofmann na área e causando o pênalti convertido por Thorgan Hazard para o 1 a 1. Ainda assim, o time de Leipzig terminou os primeiros 45 minutos em vantagem: Naby Keita passou a bola, e Jean-Kévin Augustin recolocou os Bullen em vantagem.

E estava tudo assim, até os 16 minutos do segundo tempo. Do nada, de fora da área, Lars Stindl arriscou de fora da área e… mandou a bola no canto esquerdo de Péter Gulácsi, num chute preciso e precioso, para empatar em 2 a 2 e garantir um ponto valioso para os Fohlen.

Um ponto que rendeu duras lembranças a Christoph Kramer. Substituído na final da Copa de 2014 após um choque com Ezequiel Garay (que até o fez perder a memória dos momentos imediatamente anteriores), o volante do Gladbach novamente foi atingido na cabeça em uma disputa aérea. Pior: começou a sangrar. Se serve de consolo, não só Kramer manteve a memória em dia desta vez, mas o choque deliberado deixou seu time com um a mais, já que Naby Keita foi expulso.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo