AlemanhaBundesligaCopa da AlemanhaLiga Europa

Subindo 11 posições em 13 rodadas, o Dortmund já entrou na zona da Liga Europa

O Borussia Dortmund sofreu durante o primeiro semestre da temporada. De um time que sonhava em ameaçar o tricampeonato do Bayern de Munique, amargar a lanterna era um baque tremendo aos aurinegros. Ninguém duvidava do potencial do time, especialmente pelos jogos que fazia na fase de grupos da Champions, mas os resultados na Bundesliga não aconteciam. O que não fez a torcida abandonar o clube, apesar das cobranças. E, depois do alívio, as alegrias se concretizam nesta reta final: os aurinegros bateram o Hertha Berlim por 2 a 0 no Signal Iduna Park e entraram na zona de classificação da Liga Europa.

VEJA TAMBÉM: De letra, o Augsburg humilha o Bayern e Guardiola perde três seguidas pela primeira vez

O objetivo do Dortmund, óbvio, era a Champions. Algo já impossível, com Bayer Leverkusen, Borussia Mönchengladbach e Wolfsburg confirmados ao lado do Bayern. Mas a Liga Europa ainda é um objetivo interessante, até pelo dinheiro que pode oferecer (bem menor que o da LC, é verdade) e, claro, por ser uma taça. Chances duplas para o time de Jürgen Klopp: se vencer a final da Copa da Alemanha, contra o Wolfsburg, se classifica. Caso perca a decisão, a vaga vai para o sétimo na Bundesliga, posição que o clube tomou neste sábado.

Contra um rival que não oferecia tantas preocupações, o Dortmund nem precisou de tanto esforço para bater o Hertha Berlim. Os gols da vitória vieram com Subotic e Durm, aproveitando duas assistências de Mkhitaryan. O resultado empurrou o time duas posições na tabela, graças aos tropeços do Werder Bremen (que tem os mesmos 43 pontos, mas desvantagem no saldo de gols) e do Hoffernheim. Ainda é preciso se empenhar nas duas rodadas restantes, mas o time de Klopp só depende de si.

Nas últimas 13 rodadas, os aurinegros só perderam para Bayern e Gladbach, os dois primeiros colocados. Além disso, conquistaram oito vitórias, importantíssimas para a guinada. Considerando apenas o segundo turno, o Dortmund é o quarto colocado, com os mesmos 28 pontos do Wolfsburg e só três atrás do Bayern – o melhor time da metade final é o Gladbach, com 36. Desde a 19ª rodada, o clube subiu nada menos do que 11 posições na tabela.

Um final reconfortante para Jürgen Klopp. Para quem sofreu tanta pressão ao longo dos últimos meses, dá para terminar com a taça e ainda deixar a classificação na Liga Europa ao seu sucessor, Thomas Tuchel – que também já havia feito bom trabalho ao substituí-lo no Mainz 05. Guinada para deixar a Muralha Amarela ainda mais vibrante.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo