Alemanha

Por um triz

A boa vitória do Werder Bremen sobre a Sampdoria no jogo de ida pela fase eliminatória da Liga dos Campeões indicava que a equipe havia conseguido se preparar, durante a pré-temporada, para uma já anunciada ausência de Mesut Özil. Após uma semana, porém, essa impressão simplesmente ruiu, e, mesmo com a classificação arrancada nos acréscimos e na prorrogação do jogo de volta, na Itália, a derrota por 3 a 2 e, principalmente, a atuação do time, mostra que as perspectivas do clube para as próximas partidas não são, no momento, as mais animadoras.

O sinal amarelo foi ligado no jogo de estreia dos Verdes na Bundesliga, no último sábado. Fora de casa, time foi simplesmente surrado pelo Hoffenheim, que fez um primeiro tempo avassalador, abriu uma vantagem de 4 a 1 e simplesmente administrou o placar na etapa final. Torsten Frings, que havia sido o melhor em campo na primeira partida contra a Sampdoria, teve uma atuação simplesmente lamentável, apesar de ter feito, de pênalti, o único gol da equipe, que teve muitas dificuldades para articular jogadas de ataque.

Nesta terça-feira, em Genova, tudo indicava que o desastre ia se repetir. Aos dez minutos, a equipe já perdia por 2 a 0, com dois gols de Pazzini, que havia sido bem marcado na Alemanha até o finalzinho, quando fez o gol de honra da Sampdoria. A vantagem estava revertida e os italianos continuavam muito melhores em campo, o que levava a crer que a possibilidade de haver uma reação naquele momento era mínima, embora os Verdes precisassem de apenas um gol.

O time não se encontrava em campo, e isso se refletia na atuação defensiva, que foi desastrosa. A dupla de zaga formada por Mertesacker e Prödl, que no primeiro jogo teve uma atuação segura, simplesmente não viu a cor da bola e teve muitas dificuldades para neutralizar as jogadas de Cassano e Pazzini, que desta vez estavam muito inspirados e foram auxiliados pelo winger Stefano Guberti, que também teve uma excelente atuação. Os laterais Fritz e Passanen também não estavam em uma tarde feliz, embora o primeiro tenha salvado um gol em cima da linha ainda no primeiro tempo.

No meio, o sempre regular Bagfrede teve mais uma boa atuação, mostrando que pode evoluir ainda mais e se firmar como um volante versátil, habilidoso e dinâmico. Ele poderá fazer uma boa dupla com Wesley, que se mantiver o rendimento que vinha apresentando no Santos, tomará o lugar de um preguiçoso Tim Borowski, que já demonstra qualidades há tempos, mas não parece muito motivado para jogar profissionalmente nos últimos anos. Frings, por sua vez, foi novamente discreto e já levanta suspeitas sobre se ainda consegue jogar uma sequência de jogos em alto nível.

Quem se destacou de fato foi Marko Marin, que, inexplicavelmente, havia ficado no banco de reservas no jogo de ida. Rápido e criativo, ele comandou as principais jogadas de ataque da equipe durante toda a partida, chamou a responsabilidade na prorrogação, e, para coroar a grande atuação, deu a assistência para Pizarro fazer o gol da classificação, após belíssima jogada individual pela meia esquerda. Antes, Marin já havia acertado a trave em um chute de fora da área.

O ataque teve os heróis da classificação. Markus Rosenberg, que entrou aos 27 minutos do segundo tempo, fez nos acréscimos o gol que recolocou os Verdes na disputa, e só por isso já merece o status de herói. Pizarro, que não teve uma noite muito inspirada, acabou garantindo a vaga. Marko Arnautovic, que entrou na etapa final, se movimentou bem e levou perigo em chutes de fora da área. Quem destoou foi o jovem Sandro Wagner, que, alçado à equipe titular, não conseguiu corresponder às expectativas e, machucado, foi substituído justamente por Rosenberg.

Após a partida, o técnico do Werder Bremen, Thomas Schaaf, criticou a atuação do time, que, para ele, entrou desatento em campo e poderia ter sofrido muito menos para conseguir a classificação. E o fato é que desatenções como essa podem realmente cobrar seu preço na fase de grupos da LC, quando os Verdes certamente enfrentarão adversários mais fortes.

Bundesliga: Bayern de Munique vence no último minuto

O Bayern de Munique venceu o Wolfsburg por 2 a 1 em jogo realizado na última sexta-feira, na abertura da Bundesliga. Os bávaros dominaram o primeiro tempo e abriram o placar com Thomas Müller, que finalizou após bela tabela com Toni Kroos. Na segunda etapa, os Lobos assumiram o controle da partida, empataram com Dzeko e perderam até algumas chances para virar o placar. Mas, no finalzinho, Schweinsteiger aproveitou um cruzamento da esquerda e garantiu a vitória dos comandados de Louis van Gaal.

Nos outros jogos, o principal destaque foi a já citada goleada do Hoffenheim, que derrotou o Werder Bremen por 4 a 1, com gols de Demba Ba, Mlapa, Ibisevic e Salihovic. Frings de pênalti, marcou para os Verdes. O volante Luiz Gustavo teve a sua atuação destacada por vários jornais alemães e foi eleito o melhor jogador em campo pela revista “Kicker”, que o escalou na seleção da rodada.

O meia Carlos Eduardo, que seria um dos principais jogadores do time, já estava em negociações com o Rubin Kazan e nem participou da partida. O ex-camisa 10 do Hoffe, que foi comprado junto ao Grêmio por € 8 milhões em 2007, foi vendido por € 20 milhões, valor que certamente garante o lucro da transferência ao multimilionário Dietmar Hopp, que começa a recuperar o dinheiro investido quando o clube disputava a 2. Bundesliga.

O Hamburgo, que venceu o Schalke 04 por 2 a 1 com dois gols de Van Nilsterooy, também mostrou força, mas enfrentou um time que vive um momento conturbado com o conflito entre alguns jogadores e o técnico Felix Magath, que foi chamado pelo ex-lateral do clube Rafinha de “ditador” e enfrenta a resistência de alguns dos líderes do elenco, como o goleiro Manuel Neuer, o meia Ivan Rakitic e o volante Christoph Moritz.

Nos outros jogos, destaques para as vitórias fora de casa dos recém-promovidos Kaiserslautern e St. Pauli, que venceram por 3 a 1, respectivamente, Colônia e Freiburg. O atacante Richard Sukuta-Pasu, da seleção alemã sub-21, fez uma belíssima partida pelo St. Pauli, criando várias jogadas, marcando um gol e mostrando que poderá ser muito útil durante a temporada.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo