A se abre às surpresas nesta temporada. O Bayern de Munique, por exemplo, ficou pelo caminho ainda nos 16-avos de final. Holstein Kiel, o carrasco dos bávaros, se garantiu nas quartas de final ao bater o Darmstadt nos pênaltis durante a terça. No mesmo dia, seria a vez do Rot-Weiss Essen fazer história, mesmo figurando atualmente na quarta divisão, ao despachar o Bayer Leverkusen. Já nesta quarta, a zebra ficaria por conta do , da segundona. Os alvirrubros perdiam por dois gols de diferença contra o , mas buscaram o empate por 2 a 2 e avançaram nos pênaltis.

Fundado em 1907, o Jahn Regensburg é um clube que passou grande parte de sua história nos níveis amadores. A partir da criação da Bundesliga em 1963, era um time ioiô variando da segunda até a quinta divisão. Nas últimas temporadas, vem em uma guinada e se estabilizou em posições intermediárias da segundona. Ainda assim, o favoritismo era todo do Colônia no embate desta quarta, no Jahnstadion Regensburg.

Apesar da tentativa do Jahn Regensburg em marcar alto no início da partida, o Colônia aproveitou os espaços para abrir vantagem. Ismail Jakobs anotou o primeiro gol aos oito minutos e deu o passe para o recém-contratado Emmanuel Dennis ampliar aos 22. Os anfitriões, ao menos, não demorariam a reagir. Scott Kennedy descontou aos 35 e Jann George empatou aos 43. Entre um gol e outro, os Bodes ainda tiveram um gol anulado pelo VAR, em decisão pouco clara da arbitragem.

Durante o segundo tempo, o duelo era mais equilibrado, até o Colônia pressionar no fim. A grande chance de vitória seria desperdiçada num pênalti, aos 32, com Emmanuel Dennis parando no goleiro Alexander Meyer. O jogo seguiu à prorrogação e os Bodes ainda estavam no domínio, mas sem passar pelo goleiro adversário. Assim, a definição ficou para os pênaltis. Na marca da cal, o Colônia chegou a ficar à frente no placar, quando Timo Horn pegou o tiro de Andreas Albers. Porém, o Jahn Regensburg virou. Meyer defendeu também a batida de Jorge Meré na sequência, enquanto Jannes Horn chutou para fora. O tento de Max Besuschkow definiu a vitória dos anfitriões por 4 a 3.

Esta é a melhor campanha do Jahn Regensburg na Copa da Alemanha. No restante dos jogos desta quarta, os favoritismos foram confirmados. O RB Leipzig cumpriu sua parte nos 4 a 0 fáceis sobre o Bochum. O Wolfsburg também despachou o Schalke 04 com a vitória por 1 a 0. Wout Weghorst aproveitou o rebote de um pênalti que ele desperdiçou para garantir o triunfo, mas o goleiro Koen Casteels também seria decisivo para segurar os Azuis Reais. Por fim, o foi ameaçado na Mercedes-Benz Arena, mas derrotou o Stuttgart por 2 a 1, de virada. Os quatro times garantidos nesta quarta se juntam a Holstein Kiel, Rot-Weiss Essen, e Werder Bremen na próxima fase. O sorteio das quartas de final acontecerá no domingo.