AlemanhaCopa da Alemanha

No encontro com seu futuro técnico, Dortmund derrota Gladbach no Borussia Park e avança à semifinal da Pokal

Borussia Mönchengladbach e Borussia Dortmund faziam um confronto de favoritos na Copa da Alemanha. Sem mais a presença do Bayern de Munique na competição, o duelo no Borussia Park destacaria a força de quem se classificasse às semifinais. Foi uma partida bastante pegada e tensa, ainda mais pelo contexto, com a mudança do técnico Marco Rose para o Signal Iduna Park na próxima temporada. Desta vez, os jogadores superaram o futuro treinador. O Dortmund fez uma atuação muito segura na defesa e, buscando os contragolpes, construiu a vitória por 1 a 0 graças a Sancho. O momento é bom no clube, que emenda vitórias e mantém as esperanças de título vivas na DFB Pokal.

Dentro de casa, o Gladbach logo mostrou seu ímpeto e teria uma grande chance aos dois minutos. Marcus Thuram recebeu o cruzamento de Jonas Hofmann e emendou o chute na linha da pequena área, mas errou o alvo. Como se não bastasse, o Dortmund precisou lidar logo depois com a lesão de Raphaël Guerreiro, substituído por Nico Schulz. Os Potros começaram a partida mais acesos e tentavam aproveitar sua velocidade, mas a defesa aurinegra conseguia controlar os espaços e evitar grandes riscos, travando os arremates. Tanto é que, desde a primeira etapa, o BVB já esboçou a vitória.

Aos dez minutos, Marco Reus poderia ter feito bem melhor numa finalização dentro da área, mas isolou sozinho. O Dortmund se defendia com competência e mantinha a partida aberta, mesmo com o domínio do Gladbach na posse de bola. E os aurinegros lamentariam ainda mais a chance atípica perdida por Erling Braut Haaland aos 36, quando o centroavante saiu de frente com o goleiro Tobias Sippel e bateu para fora. Antes do intervalo, Thuram chegaria a balançar as redes, mas o tento dos Potros acabou anulado por impedimento, com o atacante centímetros adiantado.

Depois de um primeiro tempo que não era o mais refinado, a segunda etapa melhorou. E o Dortmund também veria um gol anulado aos oito minutos. Haaland mandou para as redes, depois de boa trama com Jadon Sancho e Reus, mas o norueguês cometeu falta sem a bola na jogada. Apesar do início aceso dos aurinegros, o Gladbach responderia aos 14. Ramy Bensebaini mandou um canudo e o goleiro Marwin Hitz realizou uma defesa incrível, espalmando a bola para fora. Ainda era um duelo suficientemente aberto e os Potros tentavam a pressão.

Seria exatamente num escanteio para o Gladbach que nasceu o gol do Dortmund, aos 21. Os aurinegros armaram um contra-ataque perfeito, com velocidade e inteligência. Depois da arrancada de Schulz, Haaland e Reus deram excelentes passes de primeira. Sancho partiu com a avenida aberta pela esquerda e tocou na saída de Sippel para balançar as redes. Ainda existiam dúvidas sobre um possível impedimento no lance, mas o tento acabou validado.

Depois disso, a pressão recaía sobre o Gladbach, que precisava responder. O Dortmund seguia protegendo bem sua defesa e Marco Rose veio com um pacote de três mudanças aos 31. Apesar da luta dos Potros, o BVB não concedia muitas chances. E os aurinegros poderia ter ampliado o placar aos 38, numa pancada de Haaland no mano a mano, que Sippel defendeu. Já no final, o Gladbach partiria com tudo ao abafa. Denis Zakaria daria um susto ao bater para fora e Mahmoud Dahoud seria expulso, deixando o Dortmund com um a menos nos acréscimos. Os Potros não desistiram, mas os oponentes trancaram sua área. Por fim, no último suspiro, Stefan Lainer ainda mandou um míssil, em tiro que passou raspando o travessão e tirou as últimas esperanças dos anfitriões.

O sorteio das semifinais da Copa da Alemanha acontecerá no próximo domingo. Nas outras partidas das quartas de final, RB Leipzig x Wolfsburg e Rot-Weiss Essen x Holstein Kiel se enfrentarão nesta quarta-feira, enquanto o embate entre Jahn Regensburg x Werder Bremen ainda não tem data por conta de um surto de COVID-19 no time da segunda divisão. Somando quatro vitórias consecutivas, o Dortmund volta a campo no sábado, quando visita o Bayern de Munique pela Bundesliga. Já na quarta da semana que vem, acontece o reencontro com o Sevilla pela Champions League.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador detectado

A Trivela é um site independente e que precisa das receitas dos anúncios. Considere nos apoiar em https://apoia.se/trivela para ser um dos financiadores e considere desligar o seu bloqueador. Agradecemos a compreensão.