Alemanha

Nagelsmann: “Haaland tem números extraordinários, para marcá-lo são necessários vários fatores”

Antes da Supercopa da Alemanha, Nagelsmann comentou sobre o desafio de encarar Haaland

Bayern de Munique e Borussia Dortmund se encaram na Supercopa da Alemanha nesta terça-feira. O troféu pode ser simbólico, mas possui um peso especial nesta temporada, diante das transições. Enquanto Julian Nagelsmann tenta a primeira vitória como comandante dos bávaros, Marco Rose ligou o turbo dos aurinegros logo de cara. E a decisão também terá um encontro mais que interessante entre dois dos melhores centroavantes do mundo na atualidade. Robert Lewandowski conquistou a Bola de Ouro e negou o impossível ao quebrar o recorde de gols da Bundesliga na temporada passada. Erling Braut Haaland, em compensação, segue debulhando defesas e já acumula números impressionantes nas duas primeiras aparições em 2021/22.

Antes da Supercopa, Nagelsmann foi perguntado sobre qual a melhor maneira de brecar Haaland. E o treinador garantiu que o trabalho depende do coletivo. O Bayern manterá suas características de jogo, pressionando o adversário sem a bola e tentando recuperar a posse rapidamente. No entanto, precisa ficar atento às escapadas do norueguês para neutralizá-lo o quanto antes.

“Quando você vê a média de Haaland, é algo extraordinário. Para marcá-lo, é necessária uma mistura de vários fatores. Temos que estar extremamente concentrados nas costas da defesa. Haaland não deve encontrar espaços para correr em profundidade. Precisamos nos posicionar muito bem. Você precisa observar a pressão sobre a bola de um lado, mas não se descuidar dele. Haaland é fisicamente forte e também incrivelmente rápido”, apontou Nagelsmann, em coletiva.

“A defesa do Bayern precisa estar muito atenta nos contra-ataques deles, na pressão depois da perda da bola, para que o adversário simplesmente não tenha tempo de encontrar esses ataques em profundidade. O Dortmund faz muito bem esses avanços em velocidade. Por isso, é importante pressionar imediatamente, para que o adversário não jogue por trás da nossa linha defensiva. Mas, se precisarmos, ainda temos o melhor goleiro do mundo. Como sempre, o futebol é um esporte de equipe e marcar Haaland é uma tarefa coletiva”, complementou o treinador.

Nagelsmann também foi perguntado sobre os paralelos entre Lewandowski e Haaland. O treinador não negou que os dois centroavantes possuem muitas virtudes em comum, mas preferiu encher a bola do polonês. Ressaltou como a experiência de Lewa ainda o mantém um patamar acima de Haaland.

“Haaland possui similaridades com Lewandowski, mas também uma grande diferença. Lewy provou ao longo de vários anos na Bundesliga que é um atacante fora de série. Haaland está em seus primeiros anos, mas com números extraordinários. O mais incrível é quando você tem sucesso durante muitos anos e sempre dá uma grande contribuição para garantir conquistas. Esse é o caso de Lewy. Robert é maior que Erling por sua experiência. Mas ambos são muito perigosos diante do gol e com qualquer parte do corpo com a qual finalizem. Há semelhanças, mas seguem sendo jogadores diferentes. Estou muito feliz em poder contar com Lewy”, disse.

Bayern e Dortmund se enfrentam nesta terça, a partir das 15h30 – horário de Brasília. A transmissão do jogo no Brasil acontece através do aplicativo One Football.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo