Alemanha

Indefinição na parte de cima

Bayern de Munique, Schalke 04 ou Bayer Leverkusen. Um desses três fica com o título desta temporada na Bundesliga. Os bávaros lideram, dois pontos à frente dos Azuis Reais e três dos Leões. E a reta final do campeonato promete ser emocionante, principalmente pela disposição dos próximos jogos.

Das oito partidas restantes, os três candidatos ao prato de salada enfrentam três adversários em comum: Hertha Berlim, Borussia M'Gladbach e Hannover. Partindo do princípio que essas equipes estão mal na tabela e que devem ser presas fáceis, a classificação permanecerá a mesma.

Contabilizando esses pontos sem nenhum tropeço, sobram cinco jogos. Aí entram os confrontos diretos que podem definir o campeão. E o Bayer, apesar de ser o terceiro colocado, está em vantagem no “mini-triangular”. Nos duelos entre os três, o time de Leverkusen joga duas vezes em casa. O Schalke joga um fora e outro em casa, enquanto o Bayern faz as duas partidas longe de Munique.

27/03 – Bayer Leverkusen x Schalke, em Leverkusen
03/04 – Schalke x Bayern de Munique, em Gelsenkirchen
09/04 – Bayer Leverkusen x Bayern de Munique, em Leverkusen

Se na parte de cima da tabela as coisas estão indefinidas, lá embaixo nem tanto. O Hertha Berlim, com a derrota de virada para o Nuremberg, em plena capital, está com um dos pés na segunda divisão. A Velha Senhora está virtualmente rebaixada e ainda enfrenta os quatro primeiros colocados nos oito jogos que restam. Não é difícil prever quatro derrotas.

Nesse revés para o Nuremberg, aliás, alguns torcedores protagonizaram cenas ridículas de vandalismo. Após o gol da virada dos visitantes, anotado pelo grego Charisteas já nos acréscimos, cerca de 30 berlinenses invadiram o gramado com pedaços de pau e barras de ferro para protestar.

Que fase! Mas isso não adianta. O jeito é já pensar em remodelar o time e fazer uma boa campanha na próxima temporada para voltar à elite do futebol alemão.

Culpa do Messi

O Bayern de Munique é o único alemão que segue na Liga dos Campeões. O Stuttgart viajou até a Espanha, mas não entrou em campo contra o Barcelona. Ou não deveria entrar, porque levou um baile do time catalão e caiu de quatro no Camp Nou.

O argentino Lionel Messi deu mais um show. Fez dois gols, deu um passe genial para outro… Isso sem contar os dribles, arrancadas, chances desperdiçadas.

Cacau era a esperança de gols do Stuttgart, mas esteve apagado. Não só ele, mas o time todo. Nos 90 minutos de bola rolando, os Schwaben não conseguiram dar um chute sequer contra o gol do Barcelona. Finalizações nulas e eliminação decepcionante.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo