Alemanha

Guia do Campeonato Alemão

A Bundesliga se consolida cada vez mais como o campeonato mais equilibrado entre as grandes ligas europeias, reunindo, no mínimo, oito equipes capazes de conquistar o título. O número se torna ainda mais significativo se considerarmos a bipolarização entre Barcelona e Real Madrid, no Campeonato Espanhol, e o final previsível dos últimos campeonatos ingleses e italianos. A verba gasta com contratações – cerca de € 92 milhões – corresponde à metade do que foi gasto pelos clubes na Itália e na Espanha, e isso talvez explique a menor diferença entre os times.

Os principais candidatos a levantar a taça são, em ordem alfabética, Bayer Leverkusen, Bayern de Munique, Borussia Dortmund, Hamburgo, Schalke 04, Stuttgart, Werder Bremen e Wolfsburg. As equipes, recheadas de bons jogadores e jovens com muito potencial, se equiparam tecnicamente, embora o Bayern de Munique tenha uma vantagem simbólica sobre todas as outras por já ter uma base vencedora consolidada e por ser o maior campeão nacional de todos os tempos.

Para esse ano, porém, Bayer Leverkusen e Borussia Dortmund contam com o amadurecimento de seus garotos para incomodar ainda mais os bávaros, enquanto o Hamburgo parece ter reduzido os problemas internos e pode, finalmente, voltar a lutar pela taça. Além deles, há também na primeira parte do Guia da Bundesliga a tentativa de crescimento responsável do Eintracht Frankfurt, a luta do Colônia para voltar aos seus melhores dias, e as possibilidades de Borussia Mönchengladbach, Freiburg e Hannover 96. É o que você, leitor, irá conferir nas linhas abaixo.

Legenda:
Jogador (Posição, país, clube)
Transferência definitiva
[Transferência definitiva após empréstimo] Empréstimo
[Retorno de empréstimo]

Bayer Leverkusen

Nome do clube: Bayer 04 Leverkusen
Estádio: BayArena (30 mil lugares), em Leverkusen
Site oficial: www.bayer04.de
Principal jogador: Michael Ballack
Quem chegou: Michael Ballack (M, ALE, Chelsea), Sidney Sam (M, ALE, Hamburgo), Zvonko Pamic (M, CRO, HNK Rijeka), Domagoj Vida (D, CRO, NK Osijek), Hanno Balitsch (M, ALE, Hannover 96), Nicolai Jørgensen (A, DIN, AB) e [Marcel Risse (M, ALE, Nürnberg)] Quem saiu: [Toni Kroos, (M, ALE, Bayern de Munique)], Theofanis Gekas (A, GRE, Eintracht Frankfurt), Zvonko Pamic (M, CRO, Freiburg), Thomas Zdebel (M, ALE, Alemania Aachen), Sascha Dum (M, ALE, Fortuna Dusseldorf), Jens Hegeler (M, ALE, Nürnberg), Lukas Sinkiewicz (D, ALE, Augsburg) e Thanos Petsos (D, GRE, Kaiserslautern)
Técnico: Jupp Heynckes
Colocação em 2009/10:
Objetivo na temporada: título

Ainda em busca de seu primeiro título nacional, o Bayer Leverkusen manteve a política de contratações que deu certo nas últimas temporadas, apostando em jovens como Sidney Sam, destaque do Kaiserslautern na 2. Bundesliga passada, e Domagoj Vida, zagueiro croata de apenas 21 anos. O principal reforço, porém, foi Michael Ballack, que chega para acrescentar qualidade a um meio-campo talentoso, mas que careceu de experiência e, principalmente, de peças de reposição na última temporada. A perda de Toni Kroos, principal articulador de jogadas do time em 2009/10, certamente será muito sentida e aumentará a responsabilidade do ex-flamenguista Renato Augusto.

Bayern de Munique

Nome do clube: Fussball-Club Bayern München
Estádio: Allianz Arena (69.901 lugares), em Munique
Site oficial: www.fcbayern.t-com.de
Principal jogador: Arjen Robben
Quem chegou: [Toni Kroos (M, ALE, Bayer Leverkusen)], [Breno (D, BRA, Nürnberg)], [José Sosa (M, ARG, Estudiantes)], [Andreas Ottl (M, ALE, Nürnberg)] e [Edson Braafheid (D, HOL, Celtic)] Quem saiu: Luca Toni (A, ITA, Genoa), Georg Niedermeier (D, ALE, Stuttgart), Michael Rensing (G, ALE, sem clube), Mehmet Ekici (M, ALE, Nürnberg), Christian Lell (D, ALE, Hertha Berlim) e Andreas Görlitz (D, ALE, sem clube)
Técnico: Louis van Gaal
Colocação em 2009/10: campeão
Objetivo na temporada: título

Atual campeão da Bundesliga, da Copa da Alemanha e vice da Liga dos Campeões, o Bayern de Munique manteve a base vencedora de 2009/10 e até agora não fez grandes contratações. O principal “reforço” do time até agora é Toni Kroos, que retorna do Bayer Leverkusen e, com a lesão de Arjen Robben, será peça importantíssima no início da temporada. Na defesa, porém, a situação requer cuidados. Há certa urgência pela contratação de um goleiro, e a falta de zagueiros no elenco faz com que Breno tenha mais uma oportunidade de recuperar, na Bavária, o futebol mostrado nos tempos de São Paulo. Ainda assim, os comandados de Louis van Gaal podem ser apontados como principais favoritos ao título, com alguma vantagem sobre os concorrentes.

Borussia Dortmund

Nome do clube: Ballspiel-Verein Borussia 1909 e. V. Dortmund
Estádio: Signal Iduna Park (81.264 lugares), em Dortmund
Site oficial: www.bvb.de
Principal jogador: Lucas Barrios
Quem chegou: Robert Lewandowski (A, POL, Lech Pozman), Shinji Kagawa (M, JAP, Cerezo Ozaka), Mitchell Langerak (G, AUS, Melbourne Victory), Lukasz Piszczek (D, POL, Hertha Berlim) e [Florian Kringe (M, ALE, Hertha Berlim)] Quem saiu: Tinga (M, BRA, Internacional), Bajram Sadrijaj (A, SER, sem clube), Marc Ziegler (G, ALE, Stuttgart), Julian Koch (D, ALE, Duisburg) e Uwe Hünemeier (G, ALE, Energie Cottbus)
Técnico: Jürgen Klopp
Colocação em 2009/10:
Objetivo na temporada: vaga na Liga dos Campeões

O Borussia Dortmund mantém a mesma política de contratações de anos anteriores e segue apostando na composição de um elenco que mescla jovens vindo de outros países, garotos talentosos formados no clube e alguns jogadores experientes. Os principais reforços para 2010/11 são o promissor atacante polonês Robert Lewandowski e o meia japonês Shinji Kagawa. Juntos com Nuri Sahin, Neven Subotic, Sven Bender e Kevin Grosskreutz, eles formam a ala jovem da equipe, que conta também com os experientes Dedê e Sebastian Kehl. Com a manutenção da base do Bayern de Munique e as contratações de impacto feitas por outros rivais, porém, o título parece improvável para os aurinegros, embora eles certamente tenham potencial para buscar uma vaga na Liga dos Campeões.

Borussia Mönchengladbach

Nome do clube: Borussia VfL 1900 Mönchengladbach e.V.
Estádio: Borussia Park (54.067 lugares), em Mönchengladbach
Site oficial: www.borussia.de
Principal jogador: Marco Reus
Quem chegou: Igor de Camargo (A, BEL, Standart Liège), Anderson Bamba (D, BRA, Tombense), Mohamadou Idrissou (A, CMR, Freiburg), Jens Wissing (D, ALE, Preussen Münster) e [Sebastian Schachten (D, ALE, SC Paderborn)] Quem saiu: Roberto Colautti (A, ARG, Maccabi Tel Aviv), Oliver Neuville (A, ALE, Arminia Bielefeld), Thomas Kleine (D, ALE, Greuther Fürth), Moses Lamidi (A, ALE, Oberhausen), Frederic Löhe (G, ALE, SV Sandhausen) e Rob Friend (A, CAN, Hertha Berlim)
Técnico: Michael Frontzeck
Colocação em 2009/10: 12º
Objetivo na temporada: meio da tabela

Depois de uma temporada sem riscos em 2009/10, o Borussia Mönchengladbach conseguiu manter a base do ano passado e apostou na contratação de Igor de Camargo, brasileiro naturalizado belga que estava no Standart Liège, para fortalecer o ataque, junto com o camaronês Mohamadou Idrissou, que fez nove gols pelo Freiburg na temporada passada. No meio-campo, o experiente Juan Arango e a revelação Marco Reus seguem como estrelas da equipe e são os principais responsáveis pela criação de jogadas de ataque, enquanto o brasileiro Dante e o belga Filip Daems dão as cartas na defesa. Parece ser pouco para sonhar com uma vaga na Liga Europa, mas o suficiente para livrar os Fohlen da degola sem muitas dificuldades.

Köln

Nome do clube: 1. Fussball Club Köln
Estádio: RheinEnergieStadion (50.374 lugares), em Colônia
Site oficial: www.fc-koeln.de
Principal jogador: Lukas Podolski
Quem chegou: Andrezinho (D, BRA, Vitória de Guimarães), Mato Jajalo (M, CRO, Siena), Christopher Buchtmann (M, ALE, Fulham), Miro Varvodic (G, CRO, Hadjuk Split), Konstantinos Giannoulis (D, GRE, Iraklis), Martin Lanig (M, ALE, Stuttgart), Alexandru Ionita (A, ROM, Rapid Bucareste), [Marvin Matip (D, ALE, Karlsruher)] e [Wilfried Sanou (M, BFA Urawa Red Dinamonds)] Quem saiu: Maniche (M, POR, Sporting), Pierre Womé (D, CMR, sem clube), Sebastian Zielinsky (A, ALE, FC Ingolstadt), Lukas Nottbeck (M, ALE, TuS Koblenz) e Thomas Kessler (G, ALE, St. Pauli)
Técnico: Zvonimir Soldo
Colocação em 2009/10: 13º
Objetivo na temporada: meio da tabela

Uma temporada tranquila, sem muitos riscos. É o que espera o Colônia, que não chegou a ser realmente ameaçado de rebaixamento em 2009/10, mas ficou um pouco aquém do esperado e esteve longe da briga por vagas nas competições europeias. Se na temporada passada o clube causou impacto com a contratação de Podolski, nesse ano os reforços são mais modestos, e o destaque entre eles é o romeno Alexandru Ionita, destaque de sua seleção sub-21. A saída de veteranos como Maniche e Womé poderá ser benéfica para o técnico Zvonimir Soldo, que tem a chance de rejuvenescer a equipe com jovens talentosos como o lateral esquerdo Kostantinos Giannoulis e o badalado Christopher Buchtmann, de 18 anos, estrela das seleções alemãs de base que retorna ao país após passagens por Liverpool e Fulham.

Eintracht Frankfurt

Nome do clube: Eintracht Frankfurt Fußball A.G.
Estádio: Commerzbank-Arena (52.300 lugares), em Frankfurt
Site oficial: www.eintracht.de
Principal jogador: Alexander Meier
Quem chegou: Theofanis Gekas (A, GRE, Bayer Leverkusen), Georgios Tzavellas (D, GRE, Panionios), [Habib Bellaïd (D, ALG, Boulogne)], [Markus Steinhöfer (M, ALE, Kaiserslautern)], Sebastian Rode (M, ALE, Kickers Offenbach).
Quem saiu: Christoph Spycher (D, SUI, Young Boys), Nikos Liberopoulos (A, GRE, AEK Atenas), Markus Pröll (G, ALE, sem clube), Jan Zimmermann (G, ALE, sem clube), Faton Toski (M, ALE, Bochum), Juvhel Tsoumou (A, ALE, sem clube), Selim Teber (M, ALE, Kayserispor), Alexander Krük (D, ALE, Osnabrück).
Técnico: Michael Skibbe
Colocação em 2009/10: 10º
Objetivo na temporada: meio da tabela

Ainda sem bala na agulha para voltar a ser um dos maiores clubes do país, o Eintracht Frankfurt tenta se reerguer aos poucos, sem cometer muitas loucuras na hora de contratar, mas sempre trazendo reforços interessantes para a realidade do time. A bola da vez no momento é o atacante grego Theofanis Gekas, artilheiro da Bundesliga em 2006/07, que chega acompanhado pelo compatriota Georgios Tzavellas, lateral esquerdo que chegou a ser pré-convocado para a Copa do Mundo. Destaques na temporada passada, os meias Caio e Alexander Meier seguem firmes, e há uma boa expectativa pelo desempenho do também meio-campista Sebastian Rode, 20 anos, contratado junto ao Kickers Offenbach.

Freiburg

Nome do clube: Sport-Club Freiburg
Estádio: Badenova (25.000 lugares), em Freiburg
Site oficial: www.scfreiburg.com
Principal jogador: Papiss Cissé
Quem chegou: Jan Rosenthal (M, ALE, Hannover 96), Maximilian Nicu (M, ROM, Hertha Berlim), Zvonko Pamic (M, CRO, Bayer Leverkusen), [Alain Junior Ollé Ollé (M, CMR, Rot Weiss Ahlem) e Anton Putilo (M, BLR, Dynamo Minsk)
Quem saiu: Mohamadou Idrissou (A, CMR, Borussia Mönchengladbach), Andreas Glockner (A, ALE, Heidenheim), Eke Uzoma (M, NIG, 1860 Munique), Sandro Sirigu (D, ALE, Heidenheim), Cha Du-Ri (D, COR, Glasgow Celtic), Yacine Abdessadki (M, MAR, sem clube), David Targamadze (M, GEO, sem clube), Michael Langer (G, AUT, FSV Frankfurt), Hamed Namouchi (M, TUN, sem clube), Felix Roth (A, ALE, Áustria Lusteanu).
Técnico: Robin Dutt
Colocação em 2009/10: 14º
Objetivo na temporada: evitar o rebaixamento

O Freiburg escapou da degola nas últimas rodadas em 2009/10, em com a perda de vários jogadores nesse ano, a situação tende a se complicar ainda mais. Entre os que saíram do clube, a ausência mais sentida deverá ser a de Mohamadou Idrissou, artilheiro do time na temporada passada, e a não contratação de um atacante para substituí-lo indica que o time pode ter problemas no setor. A responsabilidade de fazer os gols agora é do senegalês Papiss Cissé, que segue no clube e poderá ser ajudado pelo bom meio-campista Zvonko Pamic, destaque da seleção croata na Euro Sub-19, que chega do Bayer Leverkusen por empréstimo.

Hamburg

Nome do clube: Hamburger Sport Verein
Estádio: Imtech Arena (57.274 lugares), em Hamburgo
Site oficial: www.hsv.de
Principal jogador: David Jarolim
Quem chegou: Heiko Westermann (D, ALE, Schalke 04), Dennis Diekmeier (D, ALE, Nürnberg), Gojko Kacar (M, SER, Hertha Berlim), Lennard Sowah (D, ALE, Portsmouth), Jaroslav Drobný (G, CZE, Hertha Berlim), [Mickaël Tavares (M, SEN, Nürnberg)], [Eric Maxim Choupo-Moting (A, CMR, Nürnberg)] e [Änis Ben-Hatira (M, ALE, Duisburg)] Quem saiu: Jerome Boateng (D, Manchester City), Sidney Sam (M, ALE, Bayer Leverkusen), Marcus Berg (A, SUE, PSV Eindhoven), Maximilian Beister (A, ALE, Fortuna Düsseldorf), Kai-Fabian Schulz (D, ALE, KSV Frankfurt) e Tolgay Ali Arslan (M, TUR, Alemania Aachen)
Técnico: Armin Veh
Colocação em 2009/10:
Objetivo na temporada: título

Vítima da própria desordem administrativa nas últimas temporadas, o Hamburgo tenta se acertar para finalmente voltar a lutar pelo título nacional que não vem desde 1982/83. Para o elenco, já recheado de bons jogadores, os principais reforços o zagueiro Heiko Westermann, o meio-campista Gojko Kacar e o lateral direito Dennis Diekmeier. A expectativa é que o primeiro e o último possam compensar a ausência de Jerome Boateng, vendido ao Manchester City. No meio-campo, os destaques são Piotr Trochowski, Dadiv Jarolim e Zé Roberto, que poderão se revezar durante a Bundesliga na criação de jogadas. No ataque, Eljero Elia é um provável titular e poderá formar dupla com Paolo Guerrero, Ruud van Nilsterooy e Mladen Petric.

Hannover 96

Nome do clube: Hannoverscher Sportverein von 1896
Estádio: AWD-Arena (49.000 lugares) em Hannover
Site do clube: www.hannover96.de
Principal jogador: Steve Cherundolo
Quem chegou: Ron-Robert Zieler (G, ALE, Manchester United), Lars Stindl (M, ALE, Karlsruher), Markus Miller (G, ALE, Karlsruher), Moritz Stoppelkamp (A, ALE, Oberhausen), Emanuel Pogatetz (D, AUT, Middlesborough), Carlitos (M, POR, FC Basel).
Quem saiu: Vinícius (D, BRA, sem clube), Arnold Bruggink (M, HOL, sem clube), [Arouna Koné (A, CIV, Sevilla)], [Élson (M, BRA, Stuttgart)], Jiri Stájner (A, CZE, Slovan Liberec), Salvatore Zizzo (M, EUA, Chivas), Jacek Krzynówek (M, POL, Vereinslos), Hanno Balitsch (M, ALE, Bayer Leverkusen), Uwe Gospodarek (G, ALE, Kariereende), Morten Jensen (G, ALE, Hessen Kassel), Jan Rosenthal (M, ALE, Freiburg), Leon-Aderemi Balogun (D, ALE, Werder Bremen), Sofien Chahed (M, TUN, Holstein Kiel).
Técnico: Mirko Slomka
Colocação em 2009/10: 15º
Objetivo na temporada: evitar o rebaixamento

O Hannover 96 conseguiu superar diversos problemas na temporada passada – o maior deles foi o suicídio do goleiro Robert Enke – para garantir a permanência na primeira divisão alemã na última rodada. Nesse ano, porém, quando o pior parecia já ter passado, o clube sofreu, sem poder fazer muita coisa, a debandada de vários de seus principais jogadores, entre eles o holandês Arnold Bruggink, o tcheco Jiri Stajner, e os alemães Hanno Balitsch e Jan Rosenthal. A reposição, porém, parece não ter sido à altura das perdas, e o único reforço que parece ser interessante é o goleiro Ron-Robert Zieler, ex-Manchester United, que disputou o Mundial Sub-20 com a seleção alemã em 2009.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo