Alemanha

Escolha inusitada

Se no final de 2007 a grande dúvida era se Ottmar Hitzfeld continuaria ou não frente ao Bayern de Munique em 2008, a questão se resolveu com rapidez: nos primeiros dias do ano, o técnico confirmou que deixa o clube bávaro para assumir, após a Eurocopa, a seleção da Suíça. Nenhuma surpresa até aí. O que caiu como uma bomba foi o anúncio, nesta sexta-feira, de Jürgen Klinsmann como seu substituto no cargo a partir de julho.

Sim, o Bayern tinha seis meses para escolher com cuidado e arrastar negociações por um tempão, mas preferiu resolver a questão o quanto antes a ficar assistindo a novelas e mais novelas de especulações por meio da imprensa. Boatos como o de que Marco van Basten era o favorito ao cargo. Ou então de que José Mourinho e Rafa Benítez estavam com negociações avançadas para comandar o milionário elenco do clube a partir de 2008/09.

Nada de errado ou estranho, portanto, em anunciarem o nome do novo técnico tão cedo. O que causou estranheza em toda a mídia alemã foi a escolha de Jürgen Klinsmann. Afinal, não foram poucos os arranca-rabos entre o técnico da seleção alemã na Copa do Mundo de 2006 e pessoas ligadas ao clube.

A primeira delas, quando ainda jogava. Em 1995, ele deixou o Tottenham-ING para jogar pelo time bávaro. Naquela época, a briga foi com Lothar Matthäus, de quem era amigo na época de Internazionale-ITA e da conquista do Mundial de 1990. O então atacante ficou magoado depois que o camisa 10 do Nationalelf, praticamente “dono” da seleção, fez pressão para que ele não fosse para a Eurocopa em 1996. O relacionamento entre os dois se estremeceu e, até hoje, um não se bica com o outro. No Bayern, assim como na seleção, Matthäus levou a melhor. Klinsmann deixou o clube apenas dois anos depois de chegar.

Depois que assumiu o comando da Alemanha, em 2004, Klinsmann colecionou atritos com dirigentes e membros da comissão técnica do Bayern. Mandou embora da seleção Sepp Maier, que trabalha também como treinador de goleiros no clube. Pouco tempo depois, desbancou Oliver Kahn do posto de titular, atitude que foi criticada publicamente por Karl-Heinz Rummenigge e outros dirigentes. Isso tudo veio seguido a tradicionais porradas públicas por parte de Uli Hoeness para cima do treinador.

Na apresentação à imprensa, digna de grandes astros hollywoodianos, Hoenesse, Rummenigge e Klinsmann pareciam todos bons amigos. “Sei muito bem com o que me envolvi, mas há poucas possibilidades de se trabalhar num nível como o que oferece o Bayern de Munique”, falou o futuro técnico do Bayern, em sua primeira entrevista como tal.

Muitas dúvidas

A surpresa foi geral. Seja para bem, seja para mal. “Jürgen Klinsmann não tem nenhuma experiência como treinador de um clube. O que ele conseguiu com a seleção, obviamente não foi ruim. Agora precisamos ver como se sairá por aqui”, disse Kahn, que não faz esforços para mostrar sua insatisfação, mesmo sabendo que se aposentará antes da chegada de Klinsi.

O estilo de Klinsmann, como ele próprio apresentou em recente palestra acompanhada por esta coluna no Rio de Janeiro, é completamente baseado na motivação. Para uma seleção, esse tipo de trabalho funciona muito bem. A grande dúvida é se ele funcionará também em uma equipe, onde o trabalho do treinador se faz necessário diariamente, e não apenas uma semana por mês.

As expectativas na Alemanha, pelas primeiras impressões, mostram que, em geral, há bastante otimismo em torno de sua chegada. Em geral, espera-se que ele consiga implantar seu método de trabalho, que não deve mudar muito em relação ao que fazia na seleção.

Até julho, quando começa a vigorar o contrato de dois anos entre Klinsmann e o Bayern, haverá muito tempo para fantasiar o que será do time a partir de então. Enquanto o meio do ano não chega, quem comemora é Ottmar Hitzfeld. “Fico contente que essa questão tenha se resolvido com rapidez. Agora podemos trabalhar tranqüilamente, sem pressão”.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo