Copa da Alemanha

Wolfsburg fez uma substituição além do regulamento na Copa da Alemanha e deve ser desclassificado por isso

Durante o jogo contra o Preussen Münster, o Wolfsburg achou que teria a sexta substituição na prorrogação, algo não previsto na DFB Pokal

O Wolfsburg cometeu um erro cabal neste final de semana, que deve custar sua eliminação na Copa da Alemanha. Dentro de campo, os Lobos cumpriram sua missão com sofrimento na primeira fase. Após o empate arrancado aos 45 do segundo tempo, a equipe derrotou o Preussen Münster por 3 a 1 na prorrogação. Todavia, o técnico Mark van Bommel realizou seis substituições ao longo dos 120 minutos e infringiu o regulamento da competição. Diante do erro, o adversário da quarta divisão já realizou seu protesto e deve ganhar a classificação nos tribunais.

A culpa pelo episódio, todavia, não deve ser creditada apenas a Van Bommel e ao Wolfsburg. Antes que a prorrogação começasse, a comissão técnica dos Lobos perguntou para o quarto árbitro quantas substituições ainda eram possíveis, depois que três reservas tinham entrado no tempo normal. O juiz garantiu que a sexta substituição estaria permitida na Copa da Alemanha, embora apenas cinco são válidas no regulamento. Van Bommel acreditou na afirmação e apenas na hora de entregar a súmula é que o árbitro principal, Christian Dingert, notou a violação das regras.

Em seu comunicado sobre o episódio, o Wolfsburg admitiu o próprio erro e eximiu Van Bommel de responsabilidades. O diretor Jörg Schmadtke afirmou que o caso será analisado internamente para que o erro não se repita. A nota sequer cita a consulta aos árbitros durante o duelo. Independentemente de tal conversa, os Lobos deveriam saber o regulamento de antemão.

Ainda que alguns torneios admitam a sexta substituição, como a Eurocopa, esta não é uma regra uniforme delimitada pela IFAB. Na última temporada, a Roma cometeu a mesma falha e foi eliminada da Copa da Itália por isso. A Copa da Alemanha, inclusive, deixa expressa a informação em seu regulamento: “Durante o jogo, cinco atletas podem ser substituídos. Uma troca adicional indo além disso em partidas com prorrogação não é permitida”.

O protesto do Preussen Münster foi realizado nesta segunda-feira. A federação alemã deve decidir qual o procedimento nos próximos dias. Entretanto, o erro deve mesmo eliminar o Wolfsburg da Copa da Alemanha e premiar o clube da quarta divisão – que ainda deve receber um bônus de €250 mil pela classificação. Uma besteira tremenda, que custa caro numa temporada promissora dos Lobos, presentes na Champions League.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo