Copa da Alemanha

Rumo às semifinais da Pokal: Leipzig goleia, Hamburgo passa nos penais e Freiburg vence no 120° minuto

Leipzig, Hamburgo e Freiburg se juntam ao Union Berlim, os quatro classificados às semifinais da Copa da Alemanha que aguardarão o sorteio no próximo domingo

Sem Bayern de Munique ou Borussia Dortmund pelo caminho, o RB Leipzig pinta como o principal candidato ao título da Copa da Alemanha. Nesta quarta-feira, os Touros Vermelhos deram mais um passo em busca de seu primeiro troféu de elite. O Hannover 96 demandava cuidados, após despachar o Borussia Mönchengladbach na fase anterior. No entanto, o Leipzig dominou a partida na HDI Arena e goleou a equipe da segundona por 4 a 0. Christopher Nkunku adicionou mais uma grande atuação à sua excelente temporada, com os dois primeiros gols. A equipe da Red Bull avança às semifinais, ao lado de Union Berlim, Hamburgo e Freiburg.

O Leipzig teve controle total do jogo durante o primeiro tempo. Os gols não demoraram a vir. Aos 17 minutos, num contra-ataque, Dani Olmo serviu e Nkunku encarou a marcação antes de bater rasteiro. Cinco minutos depois, o próprio Nkunku ampliou. O atacante escapou sozinho no meio da zaga, driblou o goleiro Ron-Robert Zieler e limpou a marcação, antes de arrematar quase sem ângulo. Zieler ainda faria boas defesas para evitar um saldo pior na primeira etapa.

O segundo tempo veria o Hannover sair um pouco mais para o ataque. Porém, o Leipzig aproveitou os espaços e foi mais preciso na definição para matar o jogo. Aos 22, Konrad Laimer tabelou bonito com André Silva e chutou cruzado para o terceiro gol. Por fim, aos 28, o cruzamento de Angeliño desviou na marcação e André Silva completou quase em cima da linha. Resultado seguro dos Touros Vermelhos, que crescem na temporada e têm totais condições de buscar o título.

O Hamburgo será a camisa mais pesada nas semifinais. Os Dinossauros faziam um duelo entre clubes tradicionais, contra o Karlsruher. E seria uma partida emocionante no Volksparkstadion, em que o HSV precisou tirar uma desvantagem de dois gols e buscar o empate por 2 a 2 nos acréscimos do segundo tempo, depois de perder um pênalti. Sem novos tentos na prorrogação, a definição foi para a marca da cal e os hamburgueses se deram melhor, de virada. O goleiro Daniel Heuer Fernandes seria decisivo, com duas defesas no triunfo por 3 a 2 nos pênaltis.

O Hamburgo dominou a posse de bola durante o primeiro tempo, mas o Karlsruher conseguia ser bem mais perigoso no ataque. Os visitantes saíram em vantagem aos 40 minutos, numa cobrança de falta direta de Philip Heise, que entrou no canto de Heuer Fernandes. O drama dos Dinossauros se tornou maior aos cinco do segundo tempo, quando o Karlsruher ampliou, com Philipp Hofmann aproveitando um rebote do goleiro. Dois minutos depois, ao menos, o HSV conseguiu descontar com uma boa cabeçada de Robert Glatzel.

O jogo se abriu aos 27 minutos, quando Christoph Kobald cometeu um pênalti identificado apenas pelo VAR e acabou expulso, deixando o Karlsruher com um homem a menos. Na cobrança, Sonny Kittel chutou no alto e o goleiro Marius Gersbeck fez grande defesa para evitar o empate. O Hamburgo precisou martelar muito mais para conseguir o segundo gol, aos 46, num cruzamento de Bakery Jatta para mais um tento de Glatzel. Durante a prorrogação, o HSV permaneceu em cima, mas sem sucesso. A classificação só viria nos pênaltis. O Karlsruher até começou em vantagem, quando Gersbeck pegou outra cobrança, de Sebastian Schonlau. Contudo, Heuer Fernandes cresceu e defendeu dois, chutes, de Marvin Wanitzek e Ricardo van Rhijn. Sem que os Dinossauros desperdiçassem mais nenhuma cobrança, os visitantes erraram seu último chute com Daniel O’Shaughnessy, que carimbou a trave, e desencadearam a festa da torcida hamburguesa no Volksparkstadion.

Por fim, o Freiburg completou a lista de classificados, em campanha que exalta um pouco mais o trabalho de Christian Streich na Floresta Negra. Apesar do favoritismo, a equipe teria trabalho na visita ao Bochum. Os dois times empataram no tempo normal e foi apenas no último minuto da prorrogação que o Freiburg conseguiu o gol que valeu a vitória por 2 a 1. Será a segunda vez que o clube disputará as semifinais da Pokal, repetindo o feito de 2012/13.

O primeiro tempo seria bem disputado, mas sem um domínio claro. Por mais que o Bochum tenha ficado mais tempo com a bola, o Freiburg teve as chances mais claras. O duelo realmente se abriu na segunda etapa. O Freiburg abriu o placar logo aos seis minutos, num rebote que Nils Petersen arrematou. O Bochum não ficou muito tempo atrás no placar e empatou aos 19, em cabeçada firme de Sebastian Polter. O equilíbrio se mantinha, com alternâncias entre os times, mas sem definição.

Na prorrogação, o Bochum buscava mais o ataque e teria uma bola na trave durante o primeiro tempo, em lance anulado por impedimento. Já a segunda etapa extra não concedia muitas brechas e os pênaltis pareciam inescapáveis. Isso até que, no último minuto, o Freiburg conseguisse o gol da classificação. Rolland Sallai aproveitou uma bobeira dos adversários para roubar a bola, disparou no campo de ataque e saiu na cara do gol para decretar a classificação.

Na terça-feira, o Union Berlim tinha sido o primeiro a se classificar. Na capital, os Eisernen derrotaram o St. Pauli por 2 a 1, de virada. Dos quatro sobreviventes nas semifinais, apenas o Hamburgo já foi campeão da Copa da Alemanha – com três títulos, o último deles em 1987. O Union possui um troféu na Copa da Alemanha Oriental, além do vice na Pokal em 2001. O Leipzig foi duas vezes vice-campeão, enquanto o Freiburg busca a decisão inédita. O sorteio dos confrontos das semifinais ocorrerá no próximo domingo.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo