Copa da Alemanha

O Bremen não deixou de lutar, mas o Leipzig se provou superior no último minuto da prorrogação e vai à final da Copa da Alemanha

Julian Nagelsmann foi o grande assunto do futebol alemão durante a semana, ao ser anunciado como novo treinador do Bayern de Munique. O comandante, porém, ainda tem uma temporada por terminar no RB Leipzig e faria um jogo importantíssimo nesta sexta: a semifinal da Copa da Alemanha. O Werder Bremen atuava no Weserstadion, mas o momento bastante distinto entre os times (um vice-líder da Bundesliga, outro temendo o rebaixamento) mantinha o favoritismo com os Touros Vermelhos. E o clube da Red Bull sai em busca de um título inédito para sua galeria de troféus e também para seu técnico. Foi com mais sufoco que o esperado, diante do espírito de luta dos Verdes, mas o Leipzig venceu por 2 a 1 no último minuto da prorrogação e se garantiu na final. Nagelsmann teve seu dedo no triunfo, especialmente pela entrada de Hwang Hee-chan, que saiu do banco no fim do segundo tempo para fazer um gol e dar a assistência fatal.

O RB Leipzig apresentou sua força logo aos quatro minutos. Num cruzamento de Angeliño, Alexander Sörloth arrematou, mas Jiri Pavlenka fez uma grande defesa. O jogo tinha muita intensidade e os Touros Vermelhos buscavam se impor mais no campo ofensivo, mas o Werder Bremen também trabalhava duro e conseguia conter os visitantes, sem dar espaços a boas oportunidades. Os Verdes, aliás, poderiam ter aberto o placar aos 30. Josh Sargent recebeu uma bola ajeitada por Davie Selke em ótimas condições e apareceu livre diante de Péter Gulácsi, mas mandou para fora. Antes do intervalo, o Bremen também viu um pênalti marcado a seu favor ser anulado, depois da revisão no VAR.

Na volta ao segundo tempo, Nagelsmann deu mais força ofensiva ao seu time, com Christopher Nkunku no lugar de Amadou Haidara. O domínio do Leipzig se tornou mais claro. Nordi Mukiele chegou a carimbar a trave aos sete, antes de Willi Orban fazer o mesmo aos 20, na sequência de um escanteio. O Bremen parecia acuado demais. Somente a partir das mudanças que os Verdes respiraram na reta final da segunda etapa, ainda que Pavlenka tenha sido decisivo com uma grande defesa diante de Nkunku. Já nos acréscimos, os dois times tentaram acelerar para evitar a prorrogação, mas de novo foi Pavlenka quem salvou, pegando uma cabeçada de Yussuf Poulsen no apagar das luzes.

Quando a prorrogação começou, o esforço do Werder Bremen até parecia ter se tornado em vão. Logo aos três minutos, o Leipzig saiu em vantagem com seu primeiro gol. Poulsen escorou uma bola na área e Hwang Hee-chan entrou livre, tocando na saída de Pavlenka. Os Verdes não pareciam ter muitas forças à reação. Os Touros Vermelhos mantinham a situação sob controle, até que um erro reavivou o Bremen. Já nos acréscimos do primeiro tempo extra, Upamecano recuou uma bola errada e permitiu que Leonardo Bittencourt partisse sozinho. O meia ficou de frente com Gulácsi e tocou com categoria na saída do goleiro, determinando o empate.

Se o gol significava uma sobrevida ao Werder Bremen, o time da casa precisou lidar com a blitz do Leipzig nos 15 minutos finais. Os Touros Vermelhos não queriam os pênaltis e pressionaram pela vitória no segundo tempo da prorrogação. A equipe apertava, mas só nos acréscimos a vitória se consumou. Nagelsmann tinha colocado em campo Emil Forsberg pouco antes. O sueco seria um dos heróis também. A partir de um cruzamento de Kevin Kampl, Hwang cabeceou para o meio da área e Forsberg apareceu sozinho para definir a classificação. Ao apito final, os jogadores dos Verdes estavam desconsolados, contrastando com a alegria dos alvirrubros. Caberá ao Bremen lutar pela sobrevivência na Bundesliga, com a continuidade do técnico Florian Kohfeldt em xeque.

O Leipzig disputará sua segunda final na Copa da Alemanha. Em 2019, ainda sob as ordens de Ralf Rangnick, o time perdeu o título para o Bayern de Munique. Agora, terá a chance de conquistar o primeiro troféu de elite do clube, numa possível coroação do trabalho de Nagelsmann. O outro finalista será definido neste sábado, quando o Borussia Dortmund será desafiado pelo surpreendente Holstein Kiel no Signal Iduna Park. A decisão acontecerá em 13 de maio, no Estádio Olímpico de Berlim.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo