Alemanha

Clube de Jara não gostou da dedada em Cavani e quer negociar o chileno

O episódio da polêmica de Gonzalo Jara ao dar uma dedada em Edinson Cavani, do Uruguai, na partida das quartas de final da Copa América, pode render a saída do jogador chileno do seu clube, o Mainz 05. Durante o jogo, Jara deu uma dedada em Cavani, que reagiu passando a mão no rosto do chileno. O árbitro brasileiro, Sandro Meira Ricci, deu cartão amarelo a ambos, o que resultou na expulsão do uruguaio, que já tinha sido advertido. O Chile venceu o Uruguai por 1 a 0 e avançou à semifinal. Agora, a situação pode ficar ruim no clube alemão para o jogador da seleção chilena.

PODCAST: Copa América com mais polêmica de arbitragem do que bom futebol

O diretor esportivo do Mainz 05, onde ele atua, deu declarações ao jornal Bild nesta sexta-feira dizendo que não gostou das atitudes do defensor e que se chegar uma proposta, irá negociá-lo. “Ele sabe que se uma proposta aparecer, ele pode ir embora”, disse Christian Heidel, diretor esportivo do Mainz. “Nós não toleramos isso. Mais do que a dedada, contudo, o que veio depois me deixa furioso. Eu odeio jogador que faz teatro mais do que qualquer coisa”, declarou ainda o dirigente. A Conmebol já anunciou que vai analisar o caso e Jara pode ser punido.

Jara tem 29 anos e está no Mainz 05 desde 2014, quando chegou transferido do Nottingham Forest. Antes, atuou também pelo Brighton Hove & Albion e West Bromwich. Começou a carreira no Huachipato, em 2003, antes de se destacar pelo Colo Colo em 2007 a 2009, quando foi vendido ao futebol inglês. Jara joga na seleção chilena desde 2006 e já disputou as Copas do Mundo de 2010 e 2014.

Ele tem contrato com o Mainz até o meio de 2016. Na última temporada, Jara jogou 20 partidas na temporada, sendo 11 deles como titular. Sim, ele não atuava tanto assim. Seu valor de mercado não é grande coisa – segundo o Transfer Market, site especializado, ele vale 1,75 milhão. Então, fica aí a dica para quem quiser contratar o jogador (quase) de graça.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo