Bundesliga

Empolgado pela Champions, Dortmund precisa de concentração na defesa contra Leverkusen

Borussia Dortmund se classificou com antecedência no grupo da morte na Champions, mas agora enfrenta o líder da Bundesliga

Quem diria que ao término de cinco rodadas do grupo F (o da Morte) da Champions League, o Borussia Dortmund chegaria como líder e classificado, a frente de Paris Saint-Germain, Newcastle e Milan (este, derrotado na terça-feira por 3 x 1). Para este domingo (3), a equipe aurinegra visitará “apenas” o líder da Bundesliga, o Bayer Leverkusen de Xabi Alonso, em confronto que pode se aproveitar da grande vitória na Champions, mas o foco deve ser em fazer uma partida consistente defensivamente – algo não tão comum no Campeonato Alemão – contra o segundo melhor ataque do país.

Vazado em nove das 12 rodadas, Dortmund precisa cuidar para não repetir erros do Der Klassiker

O Der Klassiker desta temporada entre Borussia e Bayern de Munique aconteceu na 10ª rodada, no Signal Iduna Park, mas não teve nem graça. Com menos de 10 minutos, o placar já apontava 2 x 0 aos Baváros, que terminaram com goleada de 4 x 0.  Chamou atenção no clássico a fragilidade defensiva dos Aurinegros, presa fácil ao Bayern, que finalizou oito vezes no gol contra apenas uma dos rivais. Frente ao forte Leverkusen, fortíssimo no ataque, o Dortmund de Edin Terzic precisava ser menos frágil na defesa e saber fechar-se bem contra um adversário que deve monopolizar a bola.

Esse cenário de fragilidade defensiva é recorrente ao longo da temporada 2023/24: o time foi vazado nove vezes em 12 rodadas da Bundesliga. São 19 gols sofridos, média de 1,58 gol por jogo. Pela Copa da Alemanha, mesmo frente ao modesto TSV Schott Mainz, da quarta divisão alemã, sofreu gol na goleada por 6 x 1. Irônico é que na Champions o Borussia passou três das quatro partidas com “clean sheets”.

Mesmo tão mal na defesa, o Dortmund compensa no ataque, autor de 25 gols, bem divididos entre os homens de frente (Julian Brandt, Niclas Fullkrug e Donyell Malen dividem a artilharia com quatro cada) e quase não perdeu na Bundesliga, com exceção de Bayern e Stuttgart.

Se o ataque do time de Terzic é bom, o de Xabi Alonso é ainda melhor. O Leverkusen marcou 37 vezes, média incrível de mais de três gols a cada 90 minutos. Grande sensação da Europa neste início de temporada, o Bayer desfila grande futebol, extremamente ofensivo, eficaz e sólido. A defesa é uma fortaleza, montada normalmente com três zagueiros e dois alas, sofre menos de um tento adversário por jogo.

Bundesliga
# Seleção J V E D +/- Pontos
1 Bayer Leverkusen

Bayer Leverkusen

23 19 4 0 43 61
2 Bayern Munich

Bayern Munich

24 17 3 4 37 54
3 VfB Stuttgart

VfB Stuttgart

23 15 2 6 23 47
4 Borussia Dortmund

Borussia Dortmund

23 11 8 4 16 41
5 RB Leipzig

RB Leipzig

23 12 4 7 19 40
6 Eintracht Frankfurt

Eintracht Frankfurt

23 8 10 5 6 34
7 TSG Hoffenheim

TSG Hoffenheim

23 8 6 9 -2 30
8 Werder Bremen

Werder Bremen

23 8 6 9 -3 30
9 SC Freiburg

SC Freiburg

24 8 6 10 -12 30
10 Heidenheim

Heidenheim

23 7 7 9 -7 28
11 Augsburg

Augsburg

23 6 8 9 -8 26
12 Borussia M'gladbach

Borussia M'gladbach

23 6 7 10 -4 25
13 Wolfsburg

Wolfsburg

23 6 7 10 -8 25
14 Union Berlin

Union Berlin

23 7 4 12 -14 25
15 Bochum

Bochum

23 5 10 8 -18 25
16 Cologne

Cologne

23 3 8 12 -21 17
17 Mainz

Mainz

23 2 9 12 -19 15
18 Darmstadt

Darmstadt

23 2 7 14 -28 13

Leverkusen viverá semana decisiva com dois confrontos diretos

Líder com dois pontos de vantagem sobre o Bayern de Munique, o time de Alonso viverá sete dias decisivos pela manutenção da ponta. Após o duelo com o Borussia hoje, o Leverkusen visitará o Stuttgart, terceiro melhor time da Bundesliga, no outro domingo (10).Em meio aos jogos decisivos, recebe o Paderborn pelas oitavas de final da Copa da Alemanha.

Desde o empate contra os Bávaros, em 15 de setembro, o Bayer venceu todas as 14 partidas que disputou na sequência. Se mantiver esse histórico nos duelos contra Dortmund e Stuttgart, mostra, mais uma vez, ser um adversário à altura na luta pelo título nacional frente ao clube de Munique – monopolizando, há 11 edições, a Bundesliga.

Foto de Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius é nascido e criado em São Paulo e jornalista formado pela Universidade Paulista (UNIP). Escreveu sobre futebol nacional e internacional no Yahoo e na Premier League Brasil, além de esports no The Clutch. Como assessor de imprensa, atuou no setor público e privado.
Botão Voltar ao topo