Bundesliga

Com um gol nos acréscimos, Union Berlim consegue uma histórica classificação à Conference League

Union Berlim consegue vitória histórica por 2 a 1 diante do Leipzig e conquista a sua segunda classificação a uma competição europeia na história

O Union Berlim é um clube modesto da capital alemã, que já conseguiu um grande feito na temporada passada, 2019/20, quando subiu da segunda divisão e terminou a primeira temporada na Bundesliga em 11º lugar. Nesta temporada, o clube foi além. Com uma emocionante vitória conquistada nos acréscimos, o Union Berlim venceu o RB Leipzig, vice-campeão, por 2 a 1 e terminou em sétimo lugar na tabela, posição que dá ao clube a classificação a uma competição europeia. Die Eisernen irão disputar a primeira edição da Conference League, novo torneio de clubes criado pela Uefa.

O clube participou uma vez de uma competição competição europeia em sua história: em 2001/2002, jogou a Copa da Uefa como vice-campeão da Copa da Alemanha na temporada anterior, em 2000/01, quando estava na terceira divisão. Perdeu a final da Copa para o Schalke 04, que naquela temporada foi o vice-campeão da Bundesliga e, portanto, tinha vaga na Champions League. Assim, o vice-campeão ficou com a vaga na competição europeia. Jogou a competição enquanto atuava na segunda divisão.

No meio da temporada, já tínhamos falado sobre os acertos do Union Berlim para fazer uma temporada que já era histórica naquele momento. No Guia da Bundesliga 2020/21, falamos sobre o objetivo primário de permanecer na Bundesliga e, se possível, sonhar um pouco mais alto. E o sonho foi se tornando possível com o passar das rodadas.

As dificuldades para esta última partida contra o segundo colocado na tabela eram grandes. O artilheiro do time, Joel Pohjanpalo, ficou fora por uma lesão. No outro lado, era a despedida de Julian Nagelsmann do Leipzig antes de se apresentar em Munique para dirigir o principal clube do país, o Bayern.

O primeiro tempo terminou em um 0 a 0. No segundo, o sonho do Union Berlim de uma vitória e a classificação europeia começou a desmoronar, quando Justin Kluivert colocou o Leipzig em vantagem, aos 10 minutos. O técnico Urs Fischer fez mudanças na equipe para tentar mudar o cenário da partida. A esperança ainda existia, ainda que com dificuldades.

O gol saiu aos 22 minutos. Marvin Friedrich marcou e empatou o jogo em 1 a 1. O resultado ainda era insuficiente e era preciso buscar mais, a virada. Fischer usou todas as armas ofensivas que tinha no banco para tentar abrir a defesa do Leipzig. Com isso, os espaços apareceram também na defesa do Union, que quase gerou o segundo gol do Leizpig com Nkunku, mas ele perdeu a chance aos 46.

O Union ainda tinha uma chance no final, nos acréscimos, e aproveitou. Sheraldo Becker recebeu uma cobrança de lateral, superou Dayot Upamecano e serviu Max Kruse. O atacante cabeceou para colocar no fundo da rede e sair para o abraço, em uma comemoração alucinada de todos os jogadores. O Union Berlim estava em vantagem na partida e estava a segundos da sua vaga europeia, um feito incrível para um clube que até a temporada passada sequer tinha conseguido jogar a primeira divisão.

O apito final veio e o Union Berlim conseguiu a vitória. O time estará na primeira edição da Conference League e fará história. A sua e da Europa. Os torcedores de um clube com uma história incrível poderão viver noites europeias, algo que era difícil até de imaginar há alguns anos. Os milhares de torcedores dormirão felizes neste sábado, com uma conquista que entra para a história do clube como a melhor colocação na história.

Quando o Union Berlim chegou à primeira divisão, contamos porque ele se tornaria o clube favorito de muita gente na Bundesliga. Agora, pode se tornar o time favorito de muita gente na Europa.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo