Bundesliga

Sem títulos, Bayern vence Wolfsburg e busca vice de consolação da Bundesliga

Eliminado na Champions, na Copa da Alemanha e perdendo os títulos da Bundesliga e da Supercopa, a única alegria da temporada do Bayern deve ser o vice do Alemão

O Leverskusen já foi declarado campeão da Bundesliga, mas ainda restam 2 rodadas para o final oficial do campeonato. Como a taça já tem dono, o Bayern de Munique, já garantido na Liga dos Campeões da próxima temporada, foi a campo para tentar ficar com o vice-campeonato, e conseguiu. Venceu o Wolfsburg por 2 a 0, em um jogo resolvido nos primeiros 15 minutos, e aproveitou para desfilar também o uniforme novo.

Com a derrota e eliminação da Champions para o Real Madrid, os bávaros terminaram a temporada sem poder conquistar nenhum título, coisa que não acontece desde 2011/12. A eliminação foi apenas mais uma nessa temporada de fracassos do Bayern:

  •  Leverkusen conquistou o título da Bundesliga de forma antecipada, e o Bayern viu sua hegemonia ser quebrada pelo rival após 11 anos;
  • Caiu na segunda fase da Copa da Alemanha, para o modesto Saarbrücken por 2 a 1, equipe que a disputa atualmente a terceira divisão do país.
  • Perdeu a final da Supercopa da Alemanha para o RB Leipzig, partida que marcou a estreia de Harry Kane, que chegou com bastante expectativa no clube com a missão de substituir o ídolo Robert Lewandowski.

Fazendo o dever de casa

Não é que o Bayern enfrentasse uma situação muito ruim na Bundesliga, mas olhando para o contexto da temporada, vencer esse jogo era fundamental para dar algum tipo de ânimo. E o primeiro tempo foi exatamente isso. Mesmo com os desfalques do zagueiro Tarek Buchmann, dos laterais Bouna Sarr e Raphaël Guerreiro e dos atacantes Serge Gnabry e Kingsley Coman, o time de Tuchel foi para a cima.

O jogo começou com uma pegada intensa, e logo no comecinho da partida, o Bayern abriu o placar com Zvonarek, que recebeu na entrada da área e mandou um chute no cantinho que acertou o gol. Esse foi o 1º gol do jogador de apenas 19 anos com a camisa dos Bávaros. Mantendo a pressão e o ritmo acelerado, Goretzka finalizou em um belo chute dentro da área e antes dos 20 minutos o jogo já estava 2 a 0. O Bayern até fez o terceiro, mas o gol foi anulado por impedimento.

Após alguns ajustes do técnico do Wolfsburg, o sistema defensivo do time começou a funcionar melhor e o Bayern, por sua vez, diminuiu a intensidade, talvez porque o jogo já estava com 2 gols de vantagem. Nada, entretanto, que fosse o suficiente para mudar o panorama do jogo, que seguiu até o intervalo sem muitas oportunidades de gols.

2º tempo sem gols e tabu permanece

O Bayern voltou com intensidade para o 2º tempo, apesar de criar menos do que criou no começo do 1º tempo. A maioria das jogadas vinha pelo lado esquerdo do Wolfsburg, em uma fraqueza que o time visitante oferecia. Esse padrão não se manteve e jogo ficou com muita troca de passes e sem muitos perigos para ambos os times.

Um pouco depois da metade do 2º tempo, Tuchel optou por fazer nada mais, nada menos que 4 substituições ao mesmo tempo. Entre elas, Neuer saiu para entrada do goleiro Peretz, que fez sua estreia na Bundesliga. As alterações não fizeram muita diferença no jogo. O Bayern seguiu com o domínio, mesmo com muitos dos seus jogadores mais jovens em campo. O Wolfsburg tentou em algumas jogadas e o time estava atrás do gol, mas nada de fato se converteu em bola na rede. E assim, o tabu permaneceu intacto: o Wolfsburg jamais venceu o Bayern dentro da Allianz Arena.

O Bayern termina a penúltima rodada como queria, com o 2º lugar, com 72 pontos. O próximo jogo, que encerra a Bundesliga, os Bávaros vão até a casa do Hoffenheim, no sábado (18/5). O Stuttgart, que tem 70 pontos e também quer beliscar o 2º lugar, enfrenta o Borussia Monchengladbach, também no sábado. Já o Wolfsburg recebe em casa o Mainz 05, e ocupa a 12ª posição na tabela.

Foto de Gabriella Telles

Gabriella Telles

Gabriella Telles é nascida e criada no subúrbio do Rio de Janeiro. Se formou em Jornalismo pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e já trabalhou na TNT Sports. Apaixonada por futebol, pagode e corrida.
Botão Voltar ao topo