Alemanha

Boas possibilidades

Não é possível dizer com precisão que os clubes alemães se deram muito bem no sorteio dos grupos da Liga dos Campeões, realizado nesta quinta-feira, em Mônaco. Também não é muito pertinente falar que eles se deram muito mal. De fato não se deram. Em bom português, Borussia Dortmund, Bayer Leverkusen e Bayern Munique caíram em chaves equilibradas, e as três equipes têm totais condições de seguir adiante na competição, melhorando ainda mais o coeficiente alemão no Ranking de Clubes da Uefa.

Entre as três equipes, o único que pode reclamar um pouco da sorte é o Bayern Munique, que é o cabeça-de-chave do Grupo A e enfrentará na primeira fase Villarreal, Manchester City e Napoli. Na teoria, os bávaros mantém o favoritismo inerente aos cabeças-de-chave, mas o dividem com o time inglês. Italianos e espanhóis parecem estar um passo atrás, mas apenas um passo. Qualquer vacilo poderá ser fatal, sobretudo nas partidas na Allianz Arena, e é necessário muito cuidado para que os principais jogadores do time – leia-se Robben e Ribéry – não se lesionem e compliquem ainda mais a vida do clube.

O Bayer Leverkusen, por sua vez, estava no pote 3 pegou uma chave um pouco menos difícil com Chelsea, Valencia e Genk, no Grupo E. Em condições normais de temperatura, pressão e futebol, o time inglês é favorito a ficar com o primeiro lugar, enquanto os Aspirinas disputariam a vice-liderança da chave com os espanhóis, que possuem um elenco um pouco mais experiente, mas sofreu algumas perdas para esta temporada. A classificação para as oitavas de final é algo perfeitamente possível, ainda mais se a equipe continuar mostrando evolução, como fez no último jogo da Bundesliga, contra o Stuttgart, quando venceu por 1 a 0 fora de casa.

Quem pode comemorar um pouco mais o sorteio é o Borussia Dortmund, que ficou no Grupo F, com Arsenal, Olympique de Marseille e Olympiacos. Se jogar tudo o que sabe, é candidato a disputar a liderança da chave com os Gunners, mas é necessário que, para isso, comece a repetir em âmbito continental a mesma performance dos gramados alemães, o que não aconteceu em 2010/11 na Liga Europa, quando enfrentou Sevilla e Paris Saint-Germain, duas vezes cada, e não venceu nenhuma partida. O momento agora é propício para mostrar que o time quer ser grande novamente.

Com esse sorteio equilibrado, as perspectivas são boas. Os alemães têm a possibilidade até de colocar três times nas oitavas de final da competição, o que não acontece desde a temporada 2004/05, quando Bayern Munique, Bayer Leverkusen e Werder Bremen avançaram. De lá para cá, algum time sempre ficou pelo caminho. A temporada 2011/12 parece o momento perfeito para que o país sele a terceira colocação no coeficiente da Uefa, sobretudo porque os italianos já perderam um representante com a eliminação da Udinese e tiveram Roma e Palermo desclassificados da Liga Europa.

Liga Europa: Schalke e Hannover classificados

Além do sorteio da Liga dos Campeões, esta quinta-feira também teve os jogos do play-off da Liga Europa e o destaque foi o Schalke 04, que, após perder por 2 a 0 para o HJK na primeira partida, na Finlândia, devolveu a derrota com uma goleada por 6 a 1. O atacante holandês Klaas-Jan Huntelaar, ex-Milan, fez quatro gols e foi o principal destaque da partida, com Kyriakos Papadopoulos e Julian Draxler completando a contagem. Teemu Pukki, que havia feito os dois gols do jogo de ida, descontou.

Quem também se classificou foi o Hannover 96, que eliminou o Sevilla de maneira heróica após vencer em casa por 2 a 1 na semana passada e empatar por 1 a 1 nesta quinta-feira. O herói da conquista foi o norueguês Mohamed Abdellaoue, autor do gol que abriu o placar para os Roten. Emanuel Pogatetz, contra, empatou para os Rojiblancos. A vaga inédita atesta ainda mais o crescimento da equipe comandada por Mirko Slomka, que no momento é uma das líderes da Bundesliga com sete pontos, mesma soma do Borussia Mönchengladbach.

Bundesliga: Duelo dos irmãos Bender

Borussia Dortmund e Bayer Leverkusen, campeão e vice da Bundesliga em 2010/11, se enfrentam neste sábado pela quarta rodada da competição em 2011/12. O jogo acontece na BayArena, às 13h30 – horário de Brasília -, e será o primeiro duelo entre equipes que pontearam a competição na temporada passada. Nos dois últimos jogos entre as equipes, uma vitória para cada lado, e o equilíbrio tende a ser a tônica da partida novamente, embora não seja nenhum absurdo dizer que haja um leve favoritismo dos pretos-amarelos.

O Dortmund, que foi derrotado pelo Hoffenheim na segunda rodada, voltou a mostrar a solidez habitual na partida contra o Nürnberg e contará com Shinji Kagawa, Mario Götze e Kevin Grosskreutz no meio-campo para conseguir a vitória contra um Bayer Leverkusen que vive um ambiente um tanto conturbado com a polêmica em torno do não aproveitamento de Michael Ballack nas últimas partidas. O técnico da equipe, Robin Dutt, busca uma formação mais rápida, com Renato Augusto, André Schürrle e Sidney Sam no meio-campo.

O jogo também marca o duelo entre os irmãos gêmeos Lars e Sven Bender, ambos titulares das equipes. Revelados no 1860 Munique e destaques na seleção alemã que disputou o Mundial sub-20 de 2009, os dois já se firmaram na Bundesliga. Sven, no entanto, parece estar em um estágio um pouco superior de desenvolvimento, pois já foi convocado por Joachin Löw para o Nationalelf.
 

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo