Alemanha

Após saída, Klinsmann critica dirigentes e jogadores do Bayern

O ex-treinador do Bayern de Munique, Jüergen Klinsmann, demitido em abril, culpou a diretoria de seu antigo clube e jogadores pelos seus 10 meses fracassados entre os atuais campeões da Bundesliga.

“Atingi meu limite pois diversas vezes tinha que lidar com pessoas que não queriam evoluir. E eu queria dar o próximo passo”, disse Klinsmann na quarta-feira.

O ex-comandante da seleção alemã foi demitido após a eliminação do Bayern da Liga dos Campeões e da Copa da Alemanha, deixando também a liderança da Liga.

O técnico provocou desconfiança ao trazer novos métodos de treinamento, introduzindo sua própria comissão técnica. Segundo ele, também acabou batendo de frente com a diretoria, incluindo o presidente Franz Beckenbauer, além de Uli Hoeness e Karl-Heinz Rummenigge.

“Eles são os machos-alfas que precisam de seu espaço. São personalidades com as quais você tem que lidar”, afirmou Klinsmann, que também culpou os jogadores por deixar a Bundesliga de lado pela LC, da qual foram eliminados nas quartas-de-final, contra o Barcelona. “Eles estavam muito motivados pra LC. Mas foi houve falta de consistência (na Liga). Eles acharam que a Bundesliga iria acontecer naturalmente. E perdemos pontos por besteira.”

O Bayern está atualmente em segundo lugar, a dois pontos do líder Wolfsburg, a uma partida do fim, na qual enfrenta o Stuttgart. Para conquistar o título, precisa vencer neste sábado, e torcer por uma derrota dos Lobos.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo