Time dos Sonhos

Começo a resenha com uma pergunta para o leitor: você é santista? Se a resposta for afirmativa, não é necessário seguir lendo este texto. Vá para a livraria mais próxima e compre uma cópia de ´Time dos Sonhos – História Completa do Santos FC´. Você irá adorar o livro. A diversão é garantida e aumenta à medida que as glórias do alvinegro praiano são narradas.

Bom, falemos agora do livro para quem não torce pelo Santos. Essa diferenciação é crucial por um motivo: o autor, Odir Cunha, é santista roxo, e, por isso, sua narração passa longe da imparcialidade. Basta dizer que 90% das derrotas do Santos são creditadas ao cansaço dos jogadores, a erros cometidos pelo técnico ou, como não poderia deixar de ser, a juízes mal-intencionados. Naturalmente, isso irá incomodar os corintianos, são-paulinos ou palmeirenses mais fanáticos.

Argumentação parecida vale para o capítulo inicial do livro, no qual o autor se propõe a provar que o Santos de 1962 foi o melhor time de todos os tempos. Odir Cunha apresenta bons argumentos, que certamente convencerão muitas pessoas. Porém, eles são todos de natureza subjetiva, ou seja, não ´provam´ nada. Se alguém insistir que o Real Madrid de Di Stéfano e Puskas foi melhor, não haverá como solucionar a questão.

Colocado de lado o ´viés´ do autor, o livro é muito bom. Todas as temporadas desde a década de 50 são contadas em detalhes (as anteriores são narradas de maneira mais superficial), e Odir Cunha consegue evitar que o texto se torne chato ou repetitivo. Ao longo do livro, são apresentados de maneira concisa dezenas de jogadores que passaram pelo Santos – alguns famosos, outros não -, o que certamente fará a alegria daqueles que os viram jogar. Em todas as partidas importantes, o autor inclui a escalação do Santos, o que confere autenticidade e precisão ao relato (se bem que esse recurso talvez tenha sido usado em excesso, tornando-o um pouco cansativo).

´Time dos Sonhos´ também tem grande valor como livro de referência. Embora não adote o enfoque estatístico, como faz o ótimo ´Almanaque do Timão´, a consistência da maneira como a história é narrada garante que qualquer partida, dirigente ou atleta minimamente relevante na história do Santos esteja presente no livro (pena que não foi incluído um índice remissivo). A diagramação da obra também é de muito bom gosto.

Em resumo, ´Time dos Sonhos´ é um livro obrigatório para todo santista e uma grande leitura para aqueles que admiraram com o futebol de Pelé e seus maravilhosos companheiros (o ´11 de ouro´ do Santos é apresentado em perfis detalhados). As glórias do Peixe estão todas lá; já os fracassos… Bem, os fracassos aparecem, mas sempre com desculpas, desagravos e atenuantes. Isso é um problema sério? Deixo para o leitor a tarefa de responder essa pergunta.

Foto de Equipe Trivela

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]
Botão Voltar ao topo