Swansea: os cisnes galeses vão à Premier League

 

O País de Gales não é dos lugares mais famosos do mundo. Esta pequena nação com pouco mais de três milhões de habitantes fica ao sul do Reino Unido e tem seu próprio idioma, o galês, além do inglês, é claro. O país não tem uma lista extensa de celebridades. Se você é fã de música, talvez conheça os cantores Bonnie Tyler e Tom Jones. Se não sai do cinema, certamente viu filmes com Catherine Zeta Jones. No futebol, até espectadores menos assíduos já ouviram falar do veterano Ryan Giggs. Porém, mesmo para fãs do esporte bretão, clubes galeses não são lá tão conhecidos. Ao menos até o Swansea voltar a enfrentar os gigantes ingleses quando a próxima temporada começar.

Apesar de ser a segunda maior cidade galesa, Swansea tem apenas 170 mil habitantes. Como diversas cidades britânicas, é palco para times de rugby e cricket, além do futebol. O Swansea City Association Football Club, fundado em 1912, conquistou doze ligas e dez copas locais. Apesar do histórico de sucesso segue o exemplo de outros times mais preparados do país como seus rivais do Cardiff (e juntos protagonizam o derby do sul de Gales) ou Wrexham: enfrentar os vizinhos da Inglaterra.

The Swans – ou The Jacks, apelidos do time – foram destaque na última temporada ao conseguir o acesso à Premier League, divisão principal do futebol inglês, tornando-se o primeiro clube galês a conseguir o feito . Vale o lembrete: a Premier League com esse nome e formato foi criada em 1992. Antes disso, Cardiff e o próprio Swansea apareceram por alguns anos na mais famosa liga britânica.

Chamado até 1969 de Swansea Town, alternou entre títulos galeses e divisões inferiores inglesas antes de aparecer na primeira divisão da temporada 1980/81. A espera valeu a pena e o clube conseguiu vitórias contra Liverpool, Arsenal, Manchester United e Tottenham, além de um goleada por 5 a 1 contra o Leeds United. Com incríveis resultados, terminou em sexto lugar.

O sucesso repentino durou pouco. Em 85, os Swans já colecionavam dois rebaixamentos consecutivos e dívidas com seus credores. O elenco se tornara uma mistura de veteranos e recém-profissionais e perambulou no ostracismo até o começo da última década.

Nova fase

Em julho de 2001, o clube foi vendido para o diretor Mike Lewis pela irrisória quantia de uma libra. Mike vendeu à um grupo de empresários australianos e esse grupo repassou à um consórcio liderado por Mel Nurse, um ex-jogador. Assim começou a reformulação do clube, conseguindo acessos até chegar ao The Championship, o equivalente à segunda divisão, em 2008-09.

Nesta temporada, o terceiro lugar levou o Swansea para os playoffs, confrontos eliminatórios que renderam vaga na Premier League. Vitórias contra Nottingham Forest e Reading (4 a 2, para um público de 86.581 pessoas) deram a inédita classificação.

Brendan Rogers de apenas 38 anos é o técnico. Norte-irlandês, se retirou do futebol aos 20 anos. Entrou no Chelsea de Mourinho em 2004, como técnico das categorias de base e depois de dois anos virou técnico do time reserva dos blues. Chegou ao Swansea em Julho de 2010 e logo na primeira temporada conseguiu o acesso à Premier League.

O palco dos jogos é o Liberty Stadium, inaugurado em 2005 e com capacidade para pouco mais de vinte mil pessoas. Além do acesso, uma mudança no fornecedor de material esportivo: a Adidas chegou substituindo a Umbro.

Entre os destaques do elenco estão o inglês Scott Sinclair, ex-Chelsea e autor de três gols no jogo decisivo contra o Reading; e Craig Beattie, ex-Celtic. Pra esta temporada o Swansea já contratou o goleiro do Benfica José Moreira e tenta contratar Wayne Routledge, ala do Newcastle.

A pré-temporada reserva partidas contra Celtic e Real Bétis. Mas as atenções dos torcedores estão voltadas para o dia 15 de Agosto, quando o Swansea visitará o badalado Manchester City em sua estreia na Premier League.

Serão os galeses capazes de nova surpresa?

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo