Regresso turbulento

De um clube que há poucos meses conquistou seu retorno à elite do futebol nacional, geralmente se espera a continuidade de um trabalho bem sucedido. A cartilha recomendada é bem conhecida: a base deve ser mantida e reforçada, tendo em mente a inevitável diferença de nível técnico entre uma divisão e outra, mas sem que haja uma ruptura no que já vinha funcionando a contento. Na teoria, muito bonito. Até o choque de realidade de que aquela grande campanha também foi, em parte, consequência de uma competição nivelada por baixo, recheada de adversários mais pobres, que se planejaram mal ou, simplesmente, tiveram menos sorte.

Das quatro equipes que alcançaram o acesso à Série A do Brasileirão, três já iniciarão o campeonato com treinadores que não estiveram presentes na campanha vitoriosa. O caso mais emblemático é o da Portuguesa, que desfilou pela Segundona com grande autoridade, a ponto até de ser apelidada, com uma saudável dose galhofeira de exagero, de Barcelusa. Quem acompanha o Blog do Menon deve ter lido as declarações confiantes de diretores do clube. Seja por ingenuidade ou cara de pau, o discurso da Lusa para 2012 vinha com um carimbo de “o pior já passou”. Agora vai!

E foi. Rebaixada no Paulista, em uma edição bem fraca, marcada pela facilidade com que os oito primeiros colocados avançaram ao mata-mata. No meio do caminho, Jorginho teve os feitos do ano passado sumariamente esquecidos e não sobreviveu à fase desastrosa da equipe. Foi substituído por Geninho, que agora tem a responsabilidade de salvar quem passou de sensação da Série B a grande favorita à degola na Série A. No mesmo Blog do Menon, os relatos dos dirigentes perderam o tom esperançoso e agora passam a incômoda sensação de desleixo. Tanto que o clube mal consegue se reforçar.

Sport e Náutico, que andam de mãos dadas desde 2006 (subiram juntos naquele ano, caíram abraçados três anos depois e retornaram à Série A na mesma fornada), também perderam seus técnicos durante o estadual. Sobre Mazola, já falei no último post: nunca fez um bom trabalho, sua permanência só atrasou a vida do Leão. Waldemar Lemos teve desempenho muito mais satisfatório na Série B, mas não resistiu a uma sequência de seis jogos sem vencer no Pernambucano, quatro deles sem marcar um golzinho sequer. Se a primeira fase tivesse mais umas duas rodadas (por favor, não… já foi penoso acompanhar outras 22), o Náutico correria até risco de não ir às semifinais.

Gallo assumiu o Timbu e de cara foi eliminado pelo Sport no estadual. Não tinha muito como mexer na equipe, que só agora ganhou reforços experientes, como o lateral/meia Lúcio, o volante Martinez e o atacante Araújo. Resta saber a condição física destes veteranos. O Sport anunciou a contratação de Vágner Mancini, demitido recentemente do Cruzeiro. Treinador tido como promissor há alguns anos, ainda vive do feito de 2005, quando levou o Paulista de Jundiaí ao título da Copa do Brasil. O plantel rubronegro conta com jogadores rodados como Magrão, Moacir, Bruno Aguiar, Edcarlos, Hamilton e Marquinhos Paraná, mas faltam homens de definição. Especialmente com a saída de Marcelinho Paraíba para o Barueri confirmada.

A exceção entre os regressantes é a Ponte Preta, que manteve Gilson Kleina no comando. Felizmente, ninguém teve a ideia de ceifá-lo após a derrota no dérbi que conduziu o Guarani à final do Paulista, ou a desclassificação para o São Paulo na Copa do Brasil. Como respaldo, a boa vitória contra o Corinthians, que contou sim com a colaboração do goleiro Júlio César, mas mostrou um time bem postado e ciente de suas limitações. Limitações estas que podem levar a Macaca de volta à Série B, mas não desmancham a certeza de que o clube fez tudo certinho, até onde foi possível. Aos seus três colegas de viagem, resta a esperança de que os tropeços do início da temporada tenham sido apenas linhas tortas na escrita de um final feliz. O difícil é acreditar nisso.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo