Pro Vercelli: derrota para o fascismo

Você sabe qual é o maior campeão italiano, não? Sim, é a Juventus. Mas você saberia listar os cinco maiores? Bem, seguindo a lógica recente, provavelmente os clubes escolhidos seriam – além da Juve – Milan, Inter, Napoli e Roma, certo? Pois é. Não está certo.

Tirando Milan e Inter, somente o Genoa tem mais títulos do que o clube desta semana, a Pro Vercelli, que comemora o centenário de seu primeiro ‘scudetto’. O clube de Vercelli, um dos mais antigos da Itália, vnceu o título máximo da Itália em sete oportunidades, como Bologna e Torino e superando consideravelmente clubes hoje bem maiores como Roma (três títulos), Fiorentina, Lazio e Napoli (2) e Sampdoria (1).

Para o azar da torcida local, o Pro Verceli não disputa a Série A desde a temporada 1934/35, vencida pela Juventus, perdendo 20 das 30 partidas que disputou depois de perder seu artilheiro Piola para a Lazio por pressão do regime fascista.

Da ginástica ao futebol

A Vercelli é um dos clubes mais antigos da Itália, mas não no futebol. Sendo fundada em 1892 como uma sociedade de ginástica, a equipe piemontesa ganhou um certo renome quando passou a manter um time de esgrima nas suas fileiras, na última década do século XIX. Contudo, o futebol nasceria só em 1900, pelas mãos de Marcello Bertinetti, um dos nomes relevantes dos primeiros anos do clube.

Três anos depois, a Pro realizaria seu primeiro jogo, em 3 de agosto, contra o Forza e Costanza, de Novara. Três anos depois, o primeiro campeonato, na segunda divisão e no ano seguinte, o primeiro título – mas ainda do campeonato ‘cadetto’ (“caído”, em italiano, que é como se chama a segunda divisão).

Logo no primeiro ano entre os maiores, a Pro Vercelli já se impôs e venceu seu primeiro título, exatamente há cem anos. Não só: no ano seguinte, novamente os piemonteses vencem e só não ficam com o tri porque a Internazionale, na partida de desempate de 1910, se recusou a mudar a data da final para que os jogadores vercellesi pudessem se recuperar fisicamente (vários jogadores tinham participado de torneios militares nos dias anteriores). Em protesto, a Pro mandou um time juvenil a campo e perdeu por 10 a 4. Além do título, ganhou uma suspensão da federação.

Dominância completa

A onipotência dos “Leões” (apelido da Pro Vercelli) era tão reconhecida que na segunda partida da seleção italiana, a cor da camisa não foi o famosíssimo “azzurro” da Casa de Savóia, mas o branco vercellese. Isso porque a Federcalcio (à época, Federazione Italiana di Football) se arrependeu da punição dada à Pro Vercelli pelo ‘forfait’ do time principal na final. Como prova do arrependimento, além de revogar a punição dada a nove jogadores, a seleção vestiu o branco piemontês (os “Casacche Bianche”), cor mantida até hoje pela Itália no seu segundo uniforme.

Só que o tricampeonato negado pela Inter iria pra Vercelli de um modo ou outro. De 1911 a 1913 a Pro Vercelli repetiria o feito do Genoa e conseguiria três troféus em seguida. Não fosse a deselegante postura interista e a Vercelli seria o único clube a conseguir seis campeonatos consecutivos. Daí, viria a I Guerra Mundial e a dominação piemontesa acabaria.

O clube ainda sagraria-se campeão mais duas vezes no começo da década de 20, mas jamais tornaria a ter a mesma força, até porque os clubes das cidades maiores, como Juventus e Milan começaram a fazer valer a força de suas metrópoles, desbancando associações de cidades menores.

No começo da década de 30, a Vercelli revelaria ao mundo mais um grande craque – na verdade seu maior nome. O atacante Silvio Piola, maior goleador da história da Série A (290 gols ao todo, 51 com a camisa Vercellese) foi a locomotiva do time na primeira metade dos anos 30, quando o time ficou sempre a salvo do rebaixamento.

Só que em 1935, o ditador Benito Mussolini, ávido por popularidade, fez com que Piola se transferisse para um time da capital, a Lazio (onde Piola também seria o maior goleador de todos os tempos, com 143 gols). Sem Piola, a Vercelli caiu para a Série B e nunca mais se recuperou. Hoje, está na série C2 (quarta divisão), desde 1994.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo