Panela “italiana” no VVB

É chegada a sexta-feira e os vrothers começam a ficar cada vez mais tensos.O clima de clube de verão do início do programa parece apenas uma lembrança. Alguns dos participantes parecem nem fazer questão de falar um com o outro. Começam a se formar panelas no programa que podem ser cruciais para decidir quem fica e quem sai.

Fred, de sunga e tomando capissaquê na piscina, negou que tenha chamado o Flamengo de Flamenguinho, apesar das câmeras do programa terem gravado. Ele se juntou a Adriano e disse que as pessoas da imprensa são ruins e que Deus as perdoe.

Adriano, aliás, parecia abatido. Disse que as pessoas pegam no pé dele. Disse que, desta vez, iria se esforçar para fazer tudo dar certo. O Corinthians disse que tudo bem, mas lascou uma multa de R$ 75 mil no atacante. Menos verba para cerveja no mês? Nada. Fontes dizem que Adriano mandou cancelar o celular. Da mãe.

Ainda na panelinha Brasil, Tevez continua falando muito e ninguém entende nada. Ele foi conversou com o empresário por telefone, falou um monte de coisas que ninguém entendeu e tudo que se viu é que ele tinha acertado com o PSG. Tanto que trouxeram um contrato para ele assinar. Tevez, no melhor estilo Diabo da Tazmânia, pegou o papel e rasgou em mil pedaços. Um contrato de € 11 milhões. Cada um, cada um, não é mesmo? O argentino tem se inspirado em Adriano para sua gestão de carreira.

Alguns não fazem questão nem de levantar da cama. É o caso de Carlos Alberto, que levanta, come e dorme. O seu único calçado, claro, tem sido os chinelos.

Ibrahimovic também tem sido um cara calado. Mal fala com os outros, só fica com cara de mau e treina golpes de artes marciais na academia. Ele tentou ensinar Balotelli uma ou outra estripulia, mas depois que ele começou a atirar os pesos da academia para brincar, Ibra viu que não era uma boa ideia.

Depois de ser líder, Totti sentiu-se ameaçado por um John Terry armando para tirá-lo da casa. Foi lembrar Mourinho que, antes da casa, disse que queria trabalhar com o técnico, a fim de se encaixar no grupo que já começa a se formar, que conta com Ibra e Balotelli.

Defendido por uma lenda, Zinedine Zidane, Mourinho que disse que as críticas ao técnico e ao time do Real Madrid são injustas. Chamou ainda de “loucos” os que pedem mudança de técnico, uma vez que ele tem estatísticas incríveis. E como a prova do anjo estabelecida por Jérôme Valcke foi uma das especialidades da Fifa, quem tem o amigo que faz o melhor lobby, o técnico português levou. E, para mostrar lealdade com um novo membro da panelinha, digo, grupo, deu a imunidade a Francesco Totti. Estava formada a panela de “italianos” na casa.

Com isso, John Terry fica seriamente ameaçado. Isso porque o zagueiro terá uma audiência em um tribunal sobre o caso de racismo contra Anthon Ferdinand, do QPR. Apesar de ótimo articulador de vestiário, o inglês está enrascado.

E Joey Barton quis aproveitar a sexta-feira e descontrair. Criticou o ex-técnico do QPR, Neil Warnock, que afirmou que os jogadores fizeram pressão com declarações no Twitter e reclamações para o dono do clube, Tony Fernandes. “É embaraçoso. Ele tem que se olhar no espelho, não ficar culpando os outros”.

Como se vê, o clima é de descontração na casa. Só que ao contrário.

Não entendeu nada? Acesse aqui e sai as regras do Vig Vrother Bárzea.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo