Nunca foi tão fácil

O Lyon não foi capaz de oferecer ao Bayern de Munique um teste sério nas semifinais da Liga dos Campeões. Se no jogo de ida, na Allianz Arena, o time francês se acovardou mesmo no breve período em que teve um jogador a mais, na partida de volta voltou a mostrar incapacidade para um confronto deste nível.

Ao longo de 180 minutos de futebol, o goleiro Butt foi obrigado a fazer apenas duas defesas. Se Robben foi o protagonista em Munique, no estádio Gerland coube ao croata Olic comandar a vitória, com um hat-trick que o coloca na briga pela artilharia da competição – tem sete gols, contra oito de Messi.

Quando o Bayern abriu o placar no jogo desta terça, já havia criado mais oportunidades que os donos da casa. Na única chance clara do primeiro tempo, Michel Bastos falhou na cara do gol. O mesmo aconteceu na etapa final, com Gomis. Depois da expulsão tola de Cris e do segundo gol de Olic, o resto da partida foi para inglês ver (com o perdão do trocadilho).

Nesta quarta, haverá duas decisões cruciais: a do adversário na final e a do comitê disciplinar da Uefa sobre o cartão vermelho para Ribéry no jogo de ida. Caso o francês pegue mais de um jogo de gancho, ficará fora da decisão e será um desfalque sentido.

Pelo estilo de jogo, o Bayern parece talhado a fazer uma final mais equilibrada contra a Inter do que faria contra o Barcelona. De qualquer maneira, engana-se quem acredita que nesta quarta-feira veremos uma decisão antecipada. O time de Louis van Gaal será um adversário duro no dia 22 de maio, em Madri.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo