Liga EuropaSem categoria

No ritmo do vira, Sporting desbanca Athletic em Lisboa

A sequência mágica do Athletic Bilbao na Liga Europa foi quebrada em Lisboa. Sem se intimidar com a boa forma dos adversários, o Sporting soube bloquear as armas dos bascos e nem mesmo a desvantagem no placar a 15 minutos do fim impediu o triunfo. Empurrados pela torcida presente no José Alvalade, os sportinguistas buscaram a vitória por 2 a 1, fechando em vantagem a primeira partida válida pelas semifinais da competição continental.

Os primeiros minutos de jogo contaram com o Sporting mais ativo no ataque, explorando bastante as jogadas pelas laterais do campo. O primeiro lance de perigo veio aos três minutos, em bomba de Emiliano Insúa em cobrança de falta que Gorka Iraizoz espalmou. Logo em seguida, após bom lance de João Pereira pela direita, a bola sobrou limpa para Ricky van Wolfswinkel fuzilar ao lado do gol.

Somente a partir dos dez minutos é que o Athletic passou a se soltar mais em campo. Os leones, contudo, tinham dificuldades para encontrar espaços nas proximidades da área portuguesa. A primeira finalização só aconteceria em cobrança de escanteio, que Fernando Llorente cabeceou por cima da meta de Rui Patrício.

Com o Athletic controlando mais o jogo, o Sporting ameaçou novamente aos 33 minutos, em contra-ataque concluído por João Pereira, chutando para fora. Do outro lado, os visitantes se limitavam a tiros de fora da área, todos sem direção. E os portugueses ainda criariam mais dois bons lances antes do intervalo. Aos 43, van Wolfswinkel concluiu ao lado do gol, pouco antes de Insúa se embaralhar com a bola e desperdiçar ótimo contragolpe.

O Sporting apareceu melhor em campo após o intervalo, abusando da velocidade nos flancos do campo. Entretanto, o Athletic contou com uma cobrança de falta no meio de campo para mudar sua sorte e abrir o marcador, aos oito minutos. Markel Susaeta levantou a bola na área e, depois de um desvio no meio do caminho, Jon Aurtenetxe apareceu livre para escorar.

O gol foi benéfico para os bascos, que passaram a se impor mais no campo ofensivo. Aos 14 minutos, após escanteio batido por Susaeta, a defesa não conseguiu limpar o lance e a bola sobrou para Fernando Amorebieta, que finalizou na trave. Na sequência da partida, os leones passaram a explorar um pouco mais a troca de passes em velocidade, marca do time treinado por Marcelo Bielsa.

Retraídos em campo, os lisboetas respirariam apenas aos 23 minutos, quando Marat Izmailov cruzou da direita e encontrou van Wolfswinkel na área. Com o gol escancarado, o holandês tentou tirar de Iraizoz, mas errou também o alvo, cabeceando para fora.

Recuperando o volume de jogo, o Sporting chegou ao empate sete minutos depois. Após cruzamento afastado por Amorebieta, Insúa emendou de cabeça, cabeceando no canto, longe do alcance de Iraizoz. E, em novo em avanço pela direita, Izmailov tocou para Capel e o espanhol arrematou com precisão, acertando outra vez o canto da meta basca.

Com a virada, os sportinguistas passaram a pressionar ainda mais e por pouco não se beneficiaram da desorganização da defesa do Athletic nos minutos finais. A melhor chance foi de André Carrillo, em chute da marca do pênalti que tirou tinta da trave. A esperança dos leones agora ficará depositada para a próxima quinta-feira, quando recebem os portugueses em San Mamés e precisam ganhar por 1 a 0 ou por qualquer placar com dois gols de vantagem.

Confira os resultados dos jogos de ida das semifinais da LE:

Quinta-feira, 19/abr
Sporting 2×1 Athletic Bilbao
Atlético de Madrid 4×2 Valencia

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo