Despedida

Caros leitores e nobres leitoras, este é um post de despedida. Depois de muitos anos na Trivela, chegou a hora de partir para novos desafios pessoais no jornalismo esportivo.

Neste tanto tempo de Trivela, me orgulho muito da minha trajetória. Comecei como um leitor normal, virei colaborador, passei a ser colunista, fui contratado para fazer freelas e então virei repórter da revista. Aqui pude realizar o que sempre acreditei na profissão: de que era possível alcançar seus sonhos e objetivos com muito trabalho e dedicação, e não com a famosa indicação.

E a Trivela me proporcionou isso, além, é claro, da satisfação de trabalhar no melhor veículo de jornalismo esportivo do Brasil. De longe. Onde opinião de bar não entra, as análises são profundas e os clichês passam distante.

Na revista, sempre com muita liberdade editorial, matérias profundas e críticas, sem medo de ninguém. No site, com a melhor cobertura de futebol internacional no país e as melhores análises (deixo também, naturalmente, as colunas de Rússia/Ucrânia – que criei – e Espanha – e também criei a de Leste Europeu, onde fiquei um bom tempo).

Enfim, chegou a hora de me despedir e agradecer a todos que trabalharam comigo nesse tempo aqui na Trivela. Prefiro não colocar nomes, porque seria injusto esquecer de alguém. Portanto, estendo esse agradecimento a todos que tiveram que me agüentar na redação nos últimos meses. Uma espécie de agradecimento público.

E, claro, não poderia me esquecer de vocês, caros leitores e nobres leitoras. Sempre polêmicos, atentos a todos nossos errinhos e fundamentais para o desenvolvimento de um jornalismo participativo e cada vez melhor. Fica um abraço para todos.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo