Coisas mais massa que lemos hoje

Dionatan: espelho do futebol real, nômade e sem holofotes

O Puntero Izquierdo traz mais uma reportagem que vale a pena. Felipe de Souza conta a história de Dionatan, que aos 24 anos já passou por 10 clubes em vários países.

20 anos do último retorno de Maradona ao futebol: o incrível Boca do 2º semestre de 1997

No Futebol Portenho, Caio Brandão conta sobre o retorno de Maradona ao futebol, já veterano.

Taticamente Falando: boas leituras sobre tática segundo os especialistas no assunto

Bruno Rodrigues dá excelentes dicas de leitura no Medium para quem quer se aprofundar em tática.

Titular do Galo contra o Botafogo, Bremer jogava futebol amador até os 17 anos

No sempre excelente blog na Base e na Bola, de Pedro Venâncio no Globoesporte.com, a curiosidade da revelação do Atlético Mineiro, que não teve muito tempo de categoria de base.

Oposição quer tirar eleições de São Januário por falta de segurança

No seu blog na ESPN, Gabriela Moreira fala sobre a tentativa da oposição do Vasco de tirar a eleição da sede do cruzmaltino por segurança.

Atlético diz que não demitiu Eduardo Baptista por causa de resultados

Mauro Cezar Pereira escreve no seu blog na ESPN sobre a demissão de Eduardo Baptista do Atlético Paranaense. Ele entrevistou Mário Celso Petraglia, Presidente do Conselho do CAP, que garante que o motivo do bilhete azul para o treinador não foram os resultados, mas diferenças nas formas de pensar.

Walter vive uma realidade inexistente

Rainer Souza, no ESPN FC, fala sobre Walter, atacante do Atlético Goianiense que deu declarações polêmicas. Ele analisa que o problema não são bem as declarações, e sim as atitudes do atacante.

Palmeiras: o time que a gente carrega nas costas

Mais um do ESPN FC, desta vez de Luana Maluf, que escreve sobre o Palmeiras. Ela fala sobre as atuações do Palmeiras e como a torcida tem sido melhor do que se esperava do time.

Triste retrato

No Globoesporte.com, PC Vasconcelos fala sobre os acontecimentos do fim de semana e como representam, de certa forma, o futebol brasileiro – e isso é triste.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo