Charlton: Em alta às vésperas do centenário

No dia 9 de junho de 1905, presidentes de três clubes de Londres se reuniram em Londres para discutir uma fusão. Eram eles o East Street Mission, o Blundell Mission e Charlton Reds. Naquele ano, nascia o Charlton Athletic, um clube que tem uma história de altos e baixos dentro do futebol inglês, só conseguindo se sustentar na divisão principal do país nos últimos anos. Na temporada atual, porém, o Charlton ocupa as primeiras colocações na Premiere League, brigando com grandes clubes, como Liverpool e Newcastle, e tendo a oportunidade de participar pela primeira vez de competições internacionais.

Na próxima temporada, o clube festejará seu centenário. Para as comemorações foi estabelecido um comitê especial que organizará as festividades da equipe na próxima temporada. Steve Sutherland, um dos integrantes do comitê, afirma que fará de tudo para que o centenário do Charlton não passe despercebido na Inglaterra e promete torneios internos de futebol, além de criação de produtos oficiais da comemoração, como livros e camisas.

O time se profissionalizou em 1920, mas foi só dez anos depois que conseguiu chegar à elite do esporte na Inglaterra. A fase de ouro do Charlton ocorreu na década de 40, período da Segunda Guerra Mundial. Na temporada de 1945/6 veio a primeira grande decisão do clube, a final da copa da Inglaterra (FA Cup). O jogo foi contra o Derby, e os Addicks, como são conhecidos, perderam a partida por 4 a 1. Foi a primeira grande decepção dos fãs da equipe. Na temporada seguinte veio a redenção, quando o Charlton ganhou a FA Cup, batendo o Burnley por 1 a 0 na prorrogação. Esse foi o título mais importante do Charlton em toda sua história.

Depois disso, o clube nunca mais conseguiu empolgar seus fãs. Após 28 anos sem muito brilho na primeira divisão, na temporada de 1956/7 veio a segunda grande decepção dos torcedores: o Charlton ficou na última colocação da elite e acabou caindo para a segunda divisão do futebol inglês.

Durante 15 anos, o Charlton freqüentou a Segundona do futebol inglês, mas teve que enfrentar mais um problema: o time acabou o campeonato de 1971/2 na 21ª colocação e caiu para a terceira divisão. Esse capítulo dos Addicks só veio a terminar três anos depois, quando conseguiram voltar para a Division Two.

Esse sobe e desce continuou durante toda a história da equipe. A última mudança de divisão do Charlton aconteceu em 2000, quando os Addicks sagraram-se campeões da segunda divisão, seu segundo título mais importante. A partir de então, o Charlton tem se mantido na divisão principal, não conseguindo empolgar sua torcida, porém sem risco de nova queda.

À beira da falência

Nestes 100 anos de história, o pior momento do Charlton foi, com toda a certeza, a quase extinção da equipe em 1983. Por conta de má administração, o clube quase declarou falência, mas uma empresa chamada Sunley Group injetou dinheiro na equipe, salvando o Charlton e dando novo ânimo para o clube. Um ano depois, quando tudo parecia estável para os Addicks, mais uma dor de cabeça atormentou os torcedores. John Fryer, que assumira a presidência do clube no ano anterior, teve que tirar o time de seu estádio, o The Valley, para levá-lo para o Selhurst Park, do Crystal Palace, que fica bem afastado de onde nasceu o clube. O Charlton só voltou para casa sete anos depois, em 1992, e lá permanece até hoje.

Com o caixa em ordem, o Charlton vive hoje uma das melhores fases de sua história. Grande parte do mérito pelos bons resultados se deve ao técnico Alan Curbishley, que dirige a equipe desde a temporada 1990/1. Na época, ele era técnico do time reserva e veio a substituir Mike Flanagan. Curbishley ainda atuava como jogador, e acabou acumulando as funções. Na temporada seguinte ele abandonou os gramados para se dedicar à carreira de técnico.

Nos primeiros anos como treinador, Curbishley dividiu o cargo com Steve Gritt, que acabou sendo demitido depois da fraca temporada do Charlton em 1994/5, quando a equipe mais perdeu do que ganhou (foram 16 vitórias e 19 derrotas, acabando o ano na 15ª colocação). Curbishley comanda os Addicks sozinho desde então e tem total confiança da torcida e da diretoria.

Com uma história conturbada e cheia de altos e baixos, o Charlton Athletic vem tentando a cada temporada se fixar na Premiere League e honrar seus cem anos de história.

Quem sabe a temporada do centenário não traz como presenta à torcida a presença em uma competição internacional?

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo