Sem categoria

Após polêmicas, Congo demite treinador

Noel Tosi deixou o comando da seleção do Congo nesta quarta-feira. A demissão ocorreu em virtude de polêmicas ocorridas no jogo contra a Zâmbia, no mês passado, pelas eliminatórias da Copa Africana de Nações-2008.

Youlou Bakith, secretário-geral da federação congolesa (Fecofoot), afirmou que o técnico deu uma entrevista que não foi autorizada. Nela, Tosi abordou a questão do pagamento de seus salários.

Além disso, o treinador foi acusado de passar mais tempo do que o necessário na França, seu país-natal, e de se recusar a colaborar como membros da comissão técnica da seleção. No entanto, há indícios de que houve um outro problema.

No intervalo do confronto com a Zâmbia, Marcel Mbani, ministro dos esportes do Congo, teria invadido os vestiários da equipe e reclamado da atuação dos jogadores. O fato desagradou a Tosi, que teria discutido com o político.

A partida terminou com um empate sem gols. O resultado deixou a equipe em segundo lugar no grupo 11, com cinco pontos ganhos em três jogos. A África do Sul lidera a chave, com sete.

Tosi, de 47 anos, estava no cargo desde julho de 2006 e havia assinado um contrato por dois anos.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo