Andorra: Formiga entre gigantes

Andorra é um pequeno país localizado na região dos Montes Pirineus, entre Espanha e França. O número total de habitantes não lotaria o Maracanã: 71 mil pessoas, menos que as 80 mil que entram no estádio carioca.

Mas se engana quem acha que lá não têm futebol. Muito pelo contrário: Andorra tem cerca de 1,8 mil jogadores e 39 clubes federados. Boa parte dessas equipes está licenciada, o que complica a evolução do futebol no país.

A Federação Andorrana de Futebol foi criada em 1994, com uma liga amadora. Dois anos mais tarde, recebeu as chancelas de Fifa e Uefa, para participar de competições internacionais.

Momento de destaque

Andorra ficou conhecida aqui no quando, em 1998, a Seleção decidiu fazer um amistoso contra o país, no estádio Red Star, na cidade francesa de Saint Ouen (já que o estádio nacional de Andorra, o Comunal d'Aixovall, não tinha condições de receber o jogo).

Se, para o Brasil, era um mero amistoso de preparação para a Copa do Mundo, para Andorra foi uma oportunidade única de aparecer no cenário mundial. E os andorranos não fizeram tão feio não, perdendo por apenas 3 a 0 – resultado honroso para uma seleção que havia feito seu primeiro amistoso oficial somente em 1995, quando perdeu para a Estônia por 6 a 1.

Astro no gol

Em um time que só perdia, não surpreende que o maior jogador da história do país seja um goleiro: Koldo Álvarez, que têm 33 anos e atua no FC Andorra, time que tem sede no país, mas disputa a quarta divisão espanhola.

Diversos jogadores andorranos atuam na Espanha, devido ao fato de Andorra, apesar de ser um principado independente, tem governo franco-espanhol. Tanto isso é verdade que boa parte dos jogadores que atuam pela seleção jogam pelo mesmo FC Andorra de Koldo.

Aos poucos, Andorra mostra sinais de evolução. Nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2006, a equipe conseguiu sua primeira vitória em partida oficial. Foi em 2005, quando o time bateu a seleção da Macedônia por 1 a 0. Esse torneio marcou um grande salto de qualidade para os andorranos, que também arrancaram dois empates (contra Macedônia e Finlândia), totalizando cinco pontos – um total incrível, para um time que havia perdido todos os jogos até então.

Futebol fora da capital

O futebol andorrano não se resume à capital Andorra La Vella, sendo praticado em todos os municípios do país. É esso o caso do Encamp, da cidade de mesmo nome, e do Sant Juliá, de Sant Julià de Lòria , que já derrubaram diversas vezes o domínio dos times da capital, como o Lusitanos, o Principat e, principalmente, o Ranger’s, atual campeão andorrano, e que teve a honra de ser o primeiro time do país a participar das eliminatórias para a Liga dos Campeões.

Em Andorra, como acontece no vôlei e no basquete brasileiros, é comum os clubes incorporarem a seus nomes a marca de empresas que os patrocinam. Isso cria nomes curiosos, como o Construccion Buiques (ex-Pizzaria Venecia, chamado de Rànger’s pela Uefa) e o Dom Pernil (conhecido como Santa Coloma).

Ainda há muito para evoluir no futebol de Andorra: precisa-se de maior intercâmbio de jogadores com seus vizinhos franceses e espanhóis, para que o país não seja apenas mais um saco de pancadas.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo