Portugal

Di María decide mais uma vez e Benfica vence Porto no Campeonato Português

Com um jogador a mais desde a metade do primeiro tempo, Benfica conta com a estrela de Di María para superar arquirrival no Estádio da Luz

O maior clássico do futebol português sempre é especial para aqueles que amam o esporte mais popular do mundo e rivalidades históricas. Nesta sexta-feira (29), Benfica e Porto não decepcionaram e protagonizaram um jogo para lá de emocionante no Estádio da Luz. Em partida válida pela sétima rodada do campeonato local, os Encarnados levaram a melhor e venceram os Dragões por 1 a 0, com gol de Di María.

A vitória foi bastante comemorada pelo Benfica, já que fez as Águias assumirem a liderança do Campeonato Português (18 pontos) ao menos até este sábado (30), já que o Sporting ainda entra em campo na rodada. Em contrapartida, o Porto estacionou nos 16 pontos e caiu para terceira colocação do certame.

Fábio Cardoso é expulso e deixa Porto com um a menos

Jogando em casa e contando com o apoio de sua torcida, o Benfica foi quem tomou a iniciativa no clássico. Com um minuto no relógio, o goleiro do Porto, Diogo Costa saiu jogando errado e Di María recebeu ‘presente' na entrada da área. O meio-campista argentino arriscou finalização e mandou por cima da meta. A resposta dos Dragões veio pouco depois, em contra-ataque puxado por Taremi. O centroavante iraniano acionou Galeno, que cortou a marcação e chutou para fora.

No momento em que crescia na partida, o Porto sofreu duro golpe. David Neres foi acionado e, na velocidade, rasgou a defesa dos Dragões. Atrasado na jogada, Fábio Cardoso deu carrinho e derrubou o atacante brasileiro. Por ser o último homem no lance, o zagueiro português recebeu cartão vermelho direto e deixou a equipe visitante com um a menos em campo. O técnico Sérgio Conceição, bem como os demais jogadores portistas, protestaram muito contra a arbitragem. Mas não teve jeito. O VAR sequer foi chamado e a marcação foi mantida.

Momento da expulsão de Fábio Cardoso (Foto: Icon Sport)

Buscando reconfigurar sua defesa após a expulsão, Sérgio Conceição lançou o zagueiro José Pedro e sacou o jovem meia Romário Baró. Se aproveitando da superioridade numérica, o Benfica aumentou a intensidade e por pouco não abriu o placar aos 32′. David Neres, de novo ele, invadiu a área portista e cruzou. A bola desviou no meio do caminho e obrigou Diogo Costa a fazer defesa com os pés.

Mantendo sua tradição histórica, o Porto não se entregou e permaneceu vivíssimo no jogo, mesmo com as condições totalmente desfavoráveis. Pepê aproveitou falha da defesa do Benfica na saída de bola e emendou petardo de longe. Bem posicionado, Trubin espalmou e evitou que os Dragões fossem para o intervalo com vantagem no placar.

Conexão David Neres e Di María dá vitória ao Benfica

O Benfica voltou do intervalo decidido a pressionar o Porto e colocar os Dragões contra a parede. E conseguiu. Nos minutos iniciais da etapa complementar, os donos da casa encurralaram o rival e quase abririam o marcador. Aos 8′, após bate rebate na área portista, Kökçü chutou de primeira e acertou a trave. Na sequência, David Neres recebeu passe primoroso de Di María, limpou a marcação e teve chute abafado por Diogo Costa. A pressão era grande, e os visitantes se seguravam como podiam.

Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura. Aos 22′, David Neres cruzou na área e encontrou Di María. Livre, o argentino pegou de primeira e contou com desvio na zaga do Porto. Desvio esse crucial para encobrir Diogo Costa e tirar o arqueiro dos Dragões da foto: 1 a 0 e Estádio da Luz em festa.

Benfica e Porto voltam atenções para Champions League

Após mais um clássico eletrizante, Benfica e Porto agora focam as atenções na Champions League. Os Encarnados vão até Milão na terça-feira (03), para enfrentarem a Inter, a partir das 16h (horário de Brasília), em jogo válido pela segunda rodada do Grupo D. Vale lembrar que as Águias perderam na estreia para o Salzburg, em casa, por 2 a 0, e estão zeradas na competição.

O Porto, por sua vez, mede forças contra o Barcelona, em casa. As equipes duelam na próxima quarta-feira (04), às 16h (horário de Brasília), no Estádio do Dragão, pela segunda rodada do Grupo H. O time de Sérgio Conceição venceu o Shakhtar Donetsk na estreia da Champions e é o vice-líder do chaveamento, atrás justamente do Barça.

Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Apaixonado por futebol, uniu o amor pelo esporte mais popular do mundo ao jornalismo. Carioca da gema e grande entusiasta da Premier League, cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na música, vai de Post Malone a Armandinho. Eclético assim como na área técnica. Afinal, Guardiola e Mourinho são suas referências.
Botão Voltar ao topo