Mundo

Werner aproveita a chance para mostrar que pode ser o centroavante da Alemanha em 2018

O jogo entre Alemanha e Camarões valia classificação, mas seria muito difícil que os camaroneses conseguissem a vaga. Os alemães venceram por 3 a 1, em um jogo que o técnico Joachim Löw aproveitou para fazer mais experiências. Quem melhor aproveitou a chance foi Timo Werner. O atacante do RB Leipzig foi muito bem, marcou dois gols e mostrou ser um atacante que pode inclusive ser aproveitado no time principal. Em uma posição carente até antes mesmo de Miroslav Klose, Werner desponta como uma das melhores opções.

LEIA TAMBÉM: Elenco inteiro da Rússia que esteve na Copa 2014 é investigado por doping

Foi a 100ª vitória de Löw à frente da seleção alemã, em 150 jogos, além de 27 empates e 23 derrotas. Ninguém antes atingiu esta marca e alguns técnicos tiveram mais jogos que ele à frente da seleção alemã. Uma marca histórica. E, talvez por isso, Löw tenha tanta liberdade para mexer no time e fazer testes. Usando um 3-4-3, ele tem conseguido boas atuações com um time que é mais do que reserva nesta Copa das Confederações.

Quem ganhou chance de começar jogando nesta partida foram Karem Demirbay, do Hoffenheim, e Timo Werner. Ao lado dos dois, Draxler, o capitão do time. Os dois foram muito bem e marcaram os gols da vitória do time. Os gols do jogo, porém, saíram apenas no segundo tempo. Aos três minutos da etapa final, Demirbay chutou de fora da área depois de uma bela jogada e marcou um golaço. Mérito para a assistência de Draxler, em um toque de letra.

A arbitragem, que foi ruim, se atrapalhou em um lance aos 16 minutos do segundo tempo. Ernest Mabouka deu uma entrada dura em cima de Emre Can, mas o árbitro não viu. Então veio o aviso dos árbitros de vídeo, o VAR, e Wilmar Roldán, o árbitro, foi até a beirada do campo olhar. Olhou e olhou errado. Expulsou Sebastian Siani, que nem participou do lance. Provavelmente avisado novamente pelo VAR do seu erro, anulou o lance, revisou a revisão e expulsou o jogador certo. Que lambança!

Com um a menos em campo e atrás no placar, Camarões sucumbiu. Aos 21, Kimmich cruzou da direita e Werner mergulhou para, de peixinho, marcar 2 a 0 para os alemães. O jogo parecia decidido, mas Camarões arrancou um gol em um momento de falha de Ter Stegen. Em cruzamento da direita, Vincent Aboubakar se antecipou para cabecear e deixar o goleiro do Barcelona com cara de bobo. Com 34 minutos, ainda tinha jogo, embora Camarões não tenha mostrado força.

Aos 37, o terceiro gol alemão, que selou o placar. Henrichs, que entrou no segundo tempo pela primeira vez no torneio, fez a jogada pela direita, cruzou rasteiro e Timo Werner finalizou bem, marcando 3 a 1. Segundo gol dele na partida. A vitória deixa a Alemanha em primeiro lugar no grupo e terá pela frente o México na semifinal, na próxima quinta-feira.

Já Camarões agora se volta às Eliminatórias da Copa. Camarões está em um grupo dificílimo, o Grupo B, junto com a Nigéria. Só uma seleção vai à Copa e os nigerianos já estão com seis pontos em dois jogos, enquanto os camaroneses estão com dois pontos por dois empates. Outras duas seleções fortes ainda estão no grupo: Zâmbia e Argélia, ambos com um ponto. A próxima rodada é crucial para Camarões, porque será o jogo com a Nigéria, na casa do rival, no dia 27 de agosto. Se quiser voltar à Rússia, Camarões precisará terminar à frente dos nigerianos e a missão tem se mostrado bem difícil.

Chile sofre, mas classifica

No outro jogo do grupo, o Chile sofreu muito contra a Austrália. Os chilenos não tiveram boa atuação e o empate por 1 a 1 foi lucro para os sul-americanos. Os australianos abriram o placar no primeiro tempo com James Troisi, aos 42 minutos do primeiro tempo. A Austrália aproveitou a saída de bola errada do Chile para marcar, e Troisi estava bem posicionado e teve categoria.

Os chilenos perderam boas chances, mas só arrancaram o empate no segundo tempo, aos 22 minutos, quando Martin Rodriguez aproveitou um lance de boa movimentação do ataque para marcar o gol de empate. O placar não se movimentou mais e os australianos ficaram com a sensação que poderiam ter vencido. O Chile vai à semifinal contra Portugal, na quarta-feira.

A vitória teria significado a classificação, mas mesmo assim, os australianos ficam com a sensação que podem render mais do que se viu nesta Copa das Confederações. Precisam focar nas Eliminatórias para tentar garantir a sua vaga à Copa 2018 e estar de volta à Rússia daqui a pouco menos de um ano.

Semifinais da Copa das Confederações

Portugal x Chile
Quarta, 15h em Kazan – SporTV

Alemanha x México
Quinta, 15h em Sochi – SporTV

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo