Mundo

O Dream Team da Bola de Ouro é cheio de injustiças, como toda lista desse tipo seria

Você já imaginou a árdua tarefa que é montar um time dos sonhos do futebol mundial em todos os tempos? Bom, em uma lista como essa seria esperado vermos injustiças, de alguma forma. Foi exatamente o que aconteceu com a divulgação do Time dos Sonhos da Bola de Ouro, promovido pela revista France Football. Três brasileiros entraram no 11 ideal: Cafu na defesa, Pelé como um meia ofensivo e Ronaldo Nazário como centroavante.

VEJA MAIS: Estes são os dez indicados em cada posição para o Time dos Sonhos da Bola de Ouro

O time é armado em um 3-4-3 com um lateral esquerdo, um lateral esquerdo, um zagueiro central, dois meias centrais, dois meias ofensivos e três atacantes. Evidentemente, o time não foi pensado para ter equilíbrio defensivo, nem mesmo para fazer tanto sentido assim. Afinal, como encaixar alguns dos melhores da história em um mesmo time? E você mesmo vai olhar a lista e pensar: “Tem gente faltando”. Porque, de fato, tem. E teria se os que você pensou estivessem também.

A ideia da France Football surgiu depois da revista francesa desistir de promover a Bola de Ouro em 2020, por causa da pandemia. Por isso, precisava de outro evento e criou uma edição do prêmio que traz um time de todos os tempos. A revista, que sai ainda este mês na França, aproveitou a deixa para entrevistar alguns dos nomes escolhidos para o time, como Xavi, Franz Beckenbauer, Ronaldo, Paolo Maldini, Lothar Matthäus e Cafu.

“Mais da metade dos sortudos eleitos para este Dream Team concederam uma entrevista exclusiva à France Football. Xavi fala sobre jogo, Ronaldo fala sobre gols, Kaizer e Matthaüs sobre liderança, Cafu sobre resiliência e Maldini sobre perfeição”, diz a revista.

O técnico dos sonhos escolhido foi Sir Alex Ferguson, e ele também deu entrevista ao veículo francês para comentar sobre a escolha dos nomes (se fosse ele, estaria preocupado em como esse time defende, mas isso sou eu).

Primeiro time dos sonhos

Lev Yachin (União Soviética); Cafu (Brasil), Franz Beckenbauer (Alemanha) e Paolo Maldini (Itália); Lothar Matthäus (Alemanha) e Xavi (Espanha); Pelé (Brasil) e Diego Maradona (Argentina); Lionel Messi (Argentina), Ronaldo (Brasil) e Cristiano Ronaldo (Portugal).

Tenho certeza que você pensou em jogadores que poderiam estar nesse Time dos Sonhos. Bom, a revista tratou de fazer não só um, mas também um segundo e um terceiro time dos sonhos. Sim, claro, assim dá para incluir mais jogadores.

Segundo time dos sonhos

Gianluigi Buffon (Itália); Carlos Alberto (Brasil), Franco Baresi (Itália) e Roberto Carlos (Brasil); Frank Rijkaard (Holanda), Andrea Pirlo (Itália); Zinedine Zidane (França) e Alfredo Di Stéfano (Argentina); Garrincha (Brasil), Johan Cruyff (Holanda) e Ronaldinho (Brasil).

Terceiro time dos sonhos

Manuel Neuer (Alemanha); Philipp Lahm (Alemanha), Sergio Ramos (Espanha) e Paul Breitner (Alemanha); Johan Neeskens (Holanda) e Didi (Brasil); Andrés Iniesta (Espanha) e Michel Platini (França); Goerge Best (Irlanda do Norte), Marco van Basten (Holanda) e Thierry Henry (França).

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador detectado

A Trivela é um site independente e que precisa das receitas dos anúncios. Considere nos apoiar em https://apoia.se/trivela para ser um dos financiadores e considere desligar o seu bloqueador. Agradecemos a compreensão.