Mundo

Messi conquista sua sétima Bola de Ouro, eleito o melhor jogador do mundo pela France Football

Após faturar a Copa América, Lionel Messi venceu a corrida com Robert Lewandowski para levar o prêmio de 2021

Pela sétima vez, Lionel Messi é o vencedor da Bola de Ouro da France Football. A escolha do argentino tinha vazado há algumas semanas e acabou confirmada na cerimônia de honra realizada nesta segunda-feira. O camisa 10 passou longe de viver sua temporada mais vitoriosa pelo Barcelona, apesar de boas atuações e do título da Copa do Rei. Também está dando seus primeiros passos no Paris Saint-Germain. Pesou muito mais a conquista da Copa América, tão aguardada, com a seleção argentina. Também faz a diferença a própria história do craque, num ano em que a premiação parecia aberta, sem um favorito tão claro.

Messi ficou à frente de Lewandowski, que ganhou o Fifa The Best em 2020, mas não pôde disputar a Bola de Ouro por conta da suspensão do prêmio em decorrência da pandemia. Messi, inclusive, sugeriu que a France Football desse uma Bola de Ouro especial a Lewa em referência a 2020. Jorginho, outro visto como forte candidato por suas conquistas com Chelsea e Itália, apareceu na terceira posição. Karim Benzema e N’Golo Kanté completaram o Top 5 da France Football.

Messi ganhou sua primeira Bola de Ouro em 2009. Emendou novos troféus em 2010, 2011, 2012 e 2015, quando a premiação era oferecida em conjunto com a Fifa. Depois que a condecoração voltou a ser apenas da France Football, levou também em 2019. Desta vez, quem entregou o troféu foi o ex-companheiro e amigo Luis Suárez. Como prêmio, a Torre Eiffel seria iluminada em homenagem ao camisa 10. Vale lembrar que a votação de 2021 foi realizada por um comitê composto por jornalistas ao redor do mundo.

Posteriormente, a France Football divulgou a pontuação obtida pelos jogadores na Bola de Ouro. Messi recebeu 613 pontos, contra 580 de Lewandowski. Jorginho ficou com 460, enquanto Benzema registrou 239 e Kanté somou 186. Cristiano Ronaldo e Mohamed Salah foram os outros que passaram de 100 pontos. Conforme o regulamento da France Football, cada jornalista votou em cinco atletas, com pontuação de 6 para o primeiro colocado da lista particular, 4 para o segundo, 3 para o terceiro, 2 para o quarto e 1 para o quinto.

A France Football ainda lançou dois prêmios novos, que soaram como troféus de consolação àqueles que perderam para Messi. Lewandowski acabou escolhido como “O Atacante do Ano”. Enquanto isso, o Chelsea recebeu o troféu de “Clube do Ano”.

A Bola de Ouro do Futebol Feminino ficou com Alexia Putellas, grande destaque do Barcelona na conquista da Champions League e que já tinha recebido o prêmio de melhor jogadora europeia junto à Uefa. Jennifer Hermoso e Sam Kerr ocuparam a segunda e a terceira posição, respectivamente. Vivianne Miedema, Lieke Martens, Christine Sinclair, Pernille Harder, Ashley Lawrence, Jessie Fleming e Fran Kirby completaram, na sequência, o Top 10.

O Prêmio Yashin, entregue ao melhor goleiro, ficou com Gianluigi Donnarumma. O italiano acabou reconhecido pela conquista da Euro e pela ótima temporada com o Milan. Édouard Mendy foi o segundo colocado, com Jan Oblak em terceiro. Ederson e Manuel Neuer fecham o Top 5. As posições restantes no Top 10 foram ocupadas, na ordem, por Emiliano Martínez, Kasper Schmeichel, Thibaut Courtois, Keylor Navas e Samir Handanovic.

O Prêmio Kopa, oferecido ao melhor jovem, ficou com Pedri. O meio-campista do Barcelona ficou à frente de Jude Bellingham e Jamal Musiala, que completaram o pódio. Nuno Mendes, Mason Greenwood, Bukayo Saka, Florian Wirtz, Ryan Gravenberch, Jérémy Doku e Giovanni Reyna complementam a lista de indicados à essa condecoração.

Abaixo, o Top 30 do futebol masculino:

1° – Lionel Messi, 613 pontos
2° – Robert Lewandowski, 580 pontos
3° – Jorginho, 460 pontos
4° – Karim Benzema, 239 pontos
5° – N’Golo Kanté, 186 pontos
6° – Cristiano Ronaldo, 178 pontos
7° – Mohamed Salah, 121 pontos
8° – Kevin de Bruyne, 73 pontos
9° – Kylian Mbappé, 58 pontos
10° – Gianluigi Donnarumma, 36 pontos
11° – Erling Braut Haaland, 33 pontos
12° – Romelu Lukaku, 26 pontos
13° – Giorgio Chiellini, 26 pontos
14° – Leonardo Bonucci, 18 pontos
15° – Raheem Sterling, 10 pontos
16° – Neymar, 9 pontos
17° – Luis Suárez, 8 pontos
18° – Simon Kjaer, 8 pontos
19° – Mason Mount, 7 pontos
20° – Riyad Mahrez, 7 pontos
21° – Lautaro Martínez, 6 pontos
21° – Bruno Fernandes, 6 pontos
23° – Harry Kane, 4 pontos
24° – Pedri, 3 pontos
25° – Phil Foden, 2 pontos
26° – Nicolò Barella, 1 ponto
26° – Rúben Dias, 1 ponto
26° – Gerard Moreno, 1 ponto
29° – Luka Modric, 0 pontos
29° – César Azpilicueta, 0 pontos

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo